Carteiras de estudante deverão ter registro de grupo sanguíneo

Um Projeto de Lei aprovado na quinta-feira (07) torna obrigatório, no Município de Natal, que as carteiras de estudante passem a registrar o grupo sanguíneo (fator Rh) do aluno. A proposição, de autoria da vereadora Júlia Arruda (PDT), foi aprovada em segunda discussão no plenário da Câmara Municipal de Natal e segue agora para sanção ou veto do Executivo.

De acordo com a propositora do Projeto de Lei Nº 113/2013, a matéria visa dar seguridade na identificação do grupo sanguíneo do estudante, caso ele passe por alguma situação de emergência.

“Se de repente o estudante sofrer algum acidente e necessite da identificação do fator Rh, a carteira de estudante agilizará nesse processo. É um projeto simples, mas que em situações extremas pode ser o socorro imediato para o aluno”, explicou Júlia. Se for sancionado, o registro passará a ser obrigatório a partir da data de publicação no Diário Oficial do Município.

você pode gostar também

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!