Home Notícias Política Câmara adia votação de PL que proíbe o Uber de atuar no transporte de passageiros em Natal

Câmara adia votação de PL que proíbe o Uber de atuar no transporte de passageiros em Natal

Câmara adia votação de PL que proíbe o Uber de atuar no transporte de passageiros em Natal
Foto: Ilustração
0

A Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara Municipal de Natal reuniu-se na manhã da última segunda (07) e decidiu apreciar em conjunto três projetos de lei que tratam sobre a proibição de veículos particulares operarem no transporte de passageiros em Natal, por meio de aplicativos instalados em dispositivos móveis.

O vereador Felipe Alves (PMDB) explicou que o projeto de lei sobre o funcionamento de transporte particular por meio de aplicativos, como o Uber, coincide com outros dois que tramitam na casa. “A comissão voltará a discutir os três juntos. Encaminhamos à Procuradoria e como tratam do mesmo assunto, vamos apreciar em conjunto”, esclareceu.

Uber, o que é isso? Conheça o concorrente dos táxis

O Uber é um aplicativo de celular que conecta uma pessoa a um motorista particular. Digamos que você precisa ir até o trabalho, por exemplo. Pede um carro do mesmo jeito que faria com um aplicativo de táxi. Porém, de um jeito um pouco diferente. Os carros do Uber são pretos, geralmente de luxo, e há vários itens de conforto para os passageiros, como bebidas e balas. Os motoristas usam roupas sociais e abrem a porta para a pessoa entrar. Como os táxis, esse serviço cobra bandeira, quilometragem e taxa por minuto parado. Mas há uma diferença importante: quando há muita demanda por carros em uma determinada região, o preço da corrida aumenta. Se muitas pessoas começam a querer usar o Uber em um determinado bairro, por exemplo, faz crescer o preço para que haja um equilíbrio no número de carros (na prática, isso desencoraja as pessoas a usar o aplicativo). Quando o número de pedidos volta ao normal, o preço da corrida diminui novamente.

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!