Home Concurso Público 5 coisas que não se deve fazer ao se preparar para um concurso público

5 coisas que não se deve fazer ao se preparar para um concurso público

Publicidade

5 coisas que não se deve fazer ao se preparar para um concurso público
Foto: Divulgação
0
Publicidade

Alcançar o sucesso profissional por meio de um concurso público, seja para polícia federal, INSS, bombeiros ou outras áreas, é o sonho de muitos estudantes. Dado que esses concursos são concorridos por pessoas de diversas regiões do país, é preciso uma lista de cuidados para que seu estudo seja aproveitado o máximo.

Garantir o conteúdo do exame é um dos pontos principais da lista; entretanto, não é somente a isso que o candidato deve prestar atenção – e é no desentendimento de algum desses fatores que o futuro cargo público pode acabar demorando anos para ser conquistado. Para você, candidato de concurso público, listamos 5 deslizes para se evitar ao se preparar para o exame.

1. Não conhecer a prova em si

Alguns dos erros mais comuns – e graves – dos candidatos é não estudarem o Edital no concurso. O documento é extenso mas não deve ser ignorado, pois ele contem informações que podem fazer a diferença para seus estudos. Muitas são as chances de você perder uma informação primordial para sua vaga, seja de conteúdo, data, local da prova ou outros detalhes.

Como o Edital do ano pode sair em um prazo apertado, uma dica é conferir o Edital do ano anterior do concurso, absorvendo o máximo de informações necessárias; entretanto, quando o oficial for disponibilizado, tenha uma atenção extra, pois alguns requerimentos podem ser alterados. Leia, releia e, se possível, leia mais uma vez – garantindo o maior aproveitamento e conhecimento da prova em que irá realizar.

2. Não organizar seu material e agenda

Inevitavelmente, organização faz parte de qualquer estudo, seja para a escola, vestibular ou outros testes. Com o concurso público não é diferente. Deve-se ter o máximo de cuidado para não deixar suas apostilas espalhadas pelo quarto; assim como, no momento do estudo, é recomendado utilizar uma mesa limpa e sem muitos objetos distrativos (como celular).

Outro cuidado deve ser tomado com a disposição da sua agenda. A dica é montar uma tabela determinando horário e matéria, para que você possa ter uma disciplina diária de forma organizada. Deve-se, também, evitar a pertinência em só um assunto, intercalando matérias. Por exemplo, estudar num mesmo dia uma matéria em que você não tem tanto conhecimento com uma que você domina – deixando o período mais saudável e proveitoso.

3. Usar métodos pouco eficientes e desatualizados

Estudar longas horas pode não fazer diferença se você não usa o material adequado. Busque sempre fontes confiáveis e apostilas elaboradas por profissionais, como as de cursos online ou presenciais. Como o edital é atualizado anualmente, é preciso atenção para não estudar algo desatualizado – pois você perderia tempo e não estudaria o que é realmente necessário.

4. Não descansar e se alimentar

Estudar, estudar e estudar. Uma hora seu corpo pede descanso, e isso não é nada anormal. Estude bastante, mas com a consciência de que você também precisa dormir, por pelo menos 6 horas. Além disso, garantir uma alimentação saudável pode afetar diretamente no seu desempenho; por isso, não deixe de se alimentar e praticar alguns exercícios físicos – isso o deixará com mais disposição para absorver os conteúdos estudados.

Pausas durante o horário do estudo também são bem-vindas. A dica é, por pelo menos 15 minutos, focar em alguma atividade de entretenimento, conversar com alguém ou tomar um ar fresco, além de alimentar-se com um lanchinho. Fazendo isso você pode voltar mais focado para estudar e absorver toda a matéria de forma mais saudável.

5. Ignorar simulados

Os simulados são o mais próximo da realidade do concurso público que você chegará antes do exame – por isso sua importância. Com o simulado, você é capaz de reconhecer suas maiores dificuldades e habilidade, e assim você pode focar em um assunto mais a fundo. Além disso, realizar simulados pode ajudar ainda a melhorar seu gerenciamento do tempo e controle emocional, afinal, nele você testa fielmente como é estar em um concurso público.

Após realizar o simulado, outra dica é montar um resumo do teste. Com isso, você ganha mais proximidade com o conteúdo e economiza tempo – dado que futuramente, se precisar estudar a matéria, terá em mãos o resumo sobre X assunto.

Publicidade

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!