Home Notícias Variedades Curiosidades 40 coisas que você não vai acreditar que sejam verdadeiras

40 coisas que você não vai acreditar que sejam verdadeiras

40 coisas que você não vai acreditar que sejam verdadeiras
0

Apenas 2,7% de toda a água consumida no mundo é própria para consumo. Se colocássemos toda a água do planeta em uma garrafa gigante, a água potável equivaleria a uma gota.

O alimento mais consumido do mundo é o leite. São quase 480 milhões de toneladas do produto consumidas na forma de queijos, iogurtes, sorvetes e outros derivados. Detalhe: suspeita-se que o tipo de leite mais consumido seja o de cabra.

Os insetos representam 50% de todos os seres vivos do planeta e 90% de todos os animais. Estima-se entre 5 e 30 milhões o número de espécies existentes. Por enquanto, apenas 1 milhão foi catalogada pela ciência.

Uma em cada 17 mortes no mundo é provocada por insetos. O campeão absoluto em número de vítimas é o mosquito, responsável por doenças como malária, febre amarela, febre do Nilo, dengue…

Aranhas, ácaros, tatuzinhos e centopeias não são insetos. Aranhas e ácaros são aracnídeos, tatuzinhos são crustáceos e centopeias são quilópodes.

Baratas são capazes de se arrastar dezenas de metros mesmo com as vísceras expostas depois de uma chinelada. E se uma pata for arrancada, ela pode recuperá-la em poucos dias.

Os ovos de moscas são depositados sobre matéria orgânica em decomposição como restos de alimentos, fezes, cadáveres etc. Aliás, a mosca é o primeiro inseto a descobrir um cadáver.

Para produzir o equivalente a 1 quilo de mel, as abelhas precisam visitar em torno de 5 milhões de flores. Uma observação: o mel nada mais é do que vômito de abelha.

Os albatrozes, algumas das aves marinhas mais comuns, passam a maior parte de suas vidas voando. Eles são capazes de voar durante semanas sem avistar terra. Chegam a se alimentar e dormir durante o voo.

A enguia é capaz de dar um choque maior do que o de uma tomada elétrica doméstica. Sua descarga chega a 125 volts.

Dez por centos das espécies de peixes trocam de sexo uma vez na vida. Os peixes “transexuais” são divididos em dois grupos: o protândrico e o protogínico. Os protândricos são os que tem na juventude glândulas capazes de produzir óvulos e espermatozoides. Os protogínicos possuem ovários que, com o tempo, transformam-se em testículos.

O animal mais forte do mundo é o besouro-rinoceronte. Ele consegue carregar 850 vezes o peso do seu corpo, o equivalente a um homem carregar 75 carros nas costas.

O maior animal que já existiu foi o argentinossauro, que media nada mais nada menos que 45 metros de comprimento e pesava 85 toneladas. Como o próprio nome indica, o argentinossauro foi descoberto na Argentina.

A maior floresta tropical que existe é a floresta amazônica. Mas, acredite, ela não é a maior do mundo. A maior é a floresta boreal, que cobre quase todo o norte do planeta. Formada por árvores coníferas típicas de climas mais frios, ela é também conhecida como taiga.

Você sabia que são derrubadas cerca de 13 milhões de hectares de florestas por ano, uma área do tamanho da Grécia? Os maiores desmatamentos ocorrem no Sudeste Asiático, África e América do Sul.

O rio Amazonas despeja no oceano Atlântico num único dia mais água do que o rio Tâmisa em um ano. Um dos afluentes do Amazonas, o rio Negro possui mais água doce do que toda a água doce da Europa.

Só para se ter uma ideia da quantidade de água doce despejada no Atlântico pelo Amazonas, a salinidade do mar é mais baixa do que o normal até 150 quilômetros mar adentro.

O maior deserto do mundo é o deserto do Saara, cujo tamanho é equiparado ao da Europa. O curioso é que ele nem sempre foi deserto. Os cientistas tem provas de que ele já abrigou uma densa floresta tropical no passado.

As tempestades de areia do deserto do Saara atingem grande parte do oceano Atlântico e muitas vezes chegam até os confins da floresta amazônica.

O deserto mais árido do mundo fica no Chile. Alguns estudioso afirmam que uma área do deserto do Atacama passou incríveis 571 anos sem registrar uma gota d´água. Outro detalhe: as temperaturas no Atacama podem variar de 40º durante o dia a 0º Celsius à noite.

Nós não percebemos, mas ocorrem em torno de 50 mil terremotos por ano em todo o mundo. Apenas 100, no entanto, são fortes o suficiente para provocar algum tipo de dano. Uma observação: de cada 10 tremores, um ocorre no Japão.

O terremoto mais mortífero da atualidade foi o que atingiu o oceano Índico no final do ano de 2 004. O tremor no fundo do mar provocou tsunamis que invadiram o litoral de diversos países, deixando mais de 200 mil mortos.

O país com maior atividade vulcânica é a Indonésia. Alguns dos mais conhecidos vulcões do mundo estão em seu território. É o caso do Krakatoa, cuja erupção em 1 883 matou mais de 36 mil pessoas. A força da explosão foi tão grande que ela pôde ser escutada a mais de 7 700 quilômetros de distância, na Austrália.

Uma das maiores sucessões de erupções vulcânicas de todos os tempos ocorreu há 250 milhões de anos na atual região da Sibéria. Elas foram tão colossais que extinguiram 96% da vida terrestre (podemos afirmar, portanto, que os atuais seres vivos são descendentes das espécies sobreviventes).

A mais extensa cadeia de montanhas do mundo fica no oceano Atlântico, entre a América e a África. Infelizmente não podemos vê-la porque ela é totalmente submersa. Com seus picos de quase 4 000 metros acima do leito do mar, essa cadeia é chamada de Dorsal Meso Atlântica.

A poluição dos oceanos chegou a um nível absurdo. Pesquisadores descobriram a existência de duas imensas ilhas de lixo – constituído em sua maior parte de resíduos plásticos – no oceano Pacífico. Juntas, essas ilhas tem o dobro do tamanho do território dos Estados Unidos.

O ouro é um metal tão difícil de ser encontrado que os especialistas calculam que existam apenas 5 quilos dele para cada 1 milhão de toneladas de terras. Aliás…

Você sabia que as medalhas de ouro distribuídas nos Jogos Olímpicos são em sua maior parte constituídas de prata?

O coração humano bate 70 vezes por minuto. Isso significa que ele bate 100 mil vezes por dia, 3 milhões por mês e 36 milhões por ano. Em um minuto, o coração bombeia 5 litros de sangue para o corpo.

Romário Nicácio Administrador de Redes. Redator e co-fundador do Portal N10. Redator de sites desde 2009.
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!