Home Turismo 12 passeios de aventura em terras potiguares

12 passeios de aventura em terras potiguares

Publicidade

12 passeios de aventura em terras potiguares
0
Publicidade

Localizado na “esquina do continente”, o Rio Grande do Norte oferece condições para a prática de vários esportes à beira-mar. A terra potiguar reserva aventuras com emoção para cativar nativos e vários tipos de turistas. Destaque para os esportes aquáticos, trilhas, arvorismo, entre outros. Confira abaixo algumas dicas de aventura e passeio no RN.

1) Arvorismo e tirolesa em Pipa

pipa

Esta é uma ótima atividade para se divertir e se sentir um aventureiro. Chamado também de arborismo ou verticália, o arborismo é a passagem de uma copa de árvore à outra. A travessia é feita numa montagem de trilhas suspensas, passarelas, redes, tirolesas (é a maneira que alpinistas utilizam para transpor vales, canyons e obstáculos elevados e distantes entre si através de roldanas). A pessoa faz a travessia presa a cintos tipo cadeirinha, que desliza por um cabo e outras atividades suspensas, através de cordas e cabos de aço. Em Pipa, você encontra 10 estações, 11 pontes suspensas, sistema de cabo continuo, inicio de trilha com 890 metros desde a base recepção até início do sistema em meio a mata atlântica preservada, 01 pinguela (em meio a copa das árvores), 02 nepalesa, 03 sanfona, 04 passo chines, 05 ponte em v (vista panorâmica mar), 06 poleiro, 07 pé de pato, 08 mista, 09 teia, 10 falsa baiana, 11 tirolesa 300 metros de voo sobre a mata.

2) Passeio de Caiaque em Tibau do Sul

pipa2

No passeio de Kayak (Caiaque) guiado você vai desfrutando a exuberante natureza das falésias e do mangue com um lindo visual. Saída da praia de Tibau do Sul (maré enchendo) em direção ao mangue, parada de descanso e banho em uma prainha, continuando a incursão nos canais do mangue. Retornando ao local de partida (maré vazando), mais uma parada na prainha e chegada na praia de Tibau do Sul.

3) Mergulho em alto mar em Natal

mergulho_natal

O mergulho a mar aberto permanece quase inexplorado pela maioria dos natalenses – que, possuem para isso um dos litorais mais privilegiados do país. Os pontos de mergulho em Natal são distantes da costa. Destacam-se o Arabaianinha, a 15 quilômetros, com 14 metros de profundidade – um dos mais usados pelos iniciantes; Laje da Serra, com 27 metros – usado para níveis mais avançados; a Laje da Criminosa, na beira de um canal de 45 metros de profundidade, com um paredão de recifes com oito metros de altura; e o Batente das Agulhas, com 16 metros de profundidade, embelezado por colunas fossilizadas semelhantes a troncos de árvore.

4) Parapente na Via Costeira, Natal

Outro sucesso entre os moradores e turistas é o parapente (paraglider em inglês). Semelhante a um paraquedas, pois também tem uma estrutura flexível e o utilizador está suspensos. O voo de parapente é uma modalidade de voo livre que pode ser praticado tanto para recreação quanto para competição onde é considerado esporte radical.

A modalidade permite observar o principal cartão postal de Natal, o Morro do Careca, de um novo ângulo, a partir de cima.

5) Stand up paddle na Praia de Ponta Negra, Natal

ponta negra

A praia mais conhecida de Natal, Ponta Negra, se tornou o canto perfeito para a prática do remo em pé (REP) ou stand up paddle boarding ou na língua havaiana, Hoe He’e nalu, é um esporte que está se tornando cada dia mais popular em todo mundo, sendo uma forma antiga de surfe. Ressurgiu como uma maneira de os instrutores de surf administrarem os seus grandes grupos de alunos, pelo fato de estar em pé na prancha lhes dar uma maior visibilidade.

O esporte consiste em ficar em pé em uma grande prancha e remar. As ondas calmas de Ponta Negra são perfeitas para a prática. Melhor lugar é nas proximidades do Morro do Careca.

6) Kite surf em São Miguel do Gostoso

sao miguel

O kitesurfe é destaque em São Miguel. O esporte é bem fácil de aprender, e cresceu muito na região. Oito horas de aula são suficientes para quem quer ganhar desenvoltura sobre a prancha. Se interessou pela modalidade e pela belíssima São Miguel do Gostoso? Clique AQUI e saiba mais!!

7) Trilhas e Rapel na Pedra da Boca, em Passa e Fica

passa e fica

Localizado entre os municípios de Passa e Fica/RN e Araruna/PB, o Parque Estadual de Pedra da Boca oferece uma grande variedade de trilhas desde leves caminhadas até trilhas com passagens com certo nível de dificuldade, como a Garganta do Diabo ou a Gruta do Morcego. Pedra da Boca é bem conhecida pelos escaladores de todo o Brasil.

8) Escalada em Serra Caiada

serra caiada

A Serra Caiada, distante 70 km de Natal, é referência para muitos aventureiros que buscam a prática do montanhismo, dentre as quais se destaca a escalada e o rapel, uma vez que é possível desfrutar de diversas vias com diferentes graus de dificuldade. A Serra Caiada é um monumento natural de 285m de altura, sendo uma das formações rochosas mais antigas da América do Sul, em média 3,4 bilhões de anos. Tal constatação foi feita através de geólogos em pesquisa no local, que detectaram a grande concentração de metais pesados existentes na rocha. É necessário acompanhamento de um guia treinado e especializado na prática e na área.

9) Trilha na Mata Estrela, em Baía Formosa

baia formosa

Mata Estrela possui uma área de 2.039,93 entre floresta, dunas e 19 lagoas. Desde 1993 passou a integrar a Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira. Tombada pelo Estado, recentemente passou a integrar a RPPN – Reserva Particular do Patrimônio Natural, já que se trata de uma propriedade particular, e com isso poderá dispor de recursos para desenvolver atividades ecologicamente sustentáveis, como o desenvolvimento de pesquisa científica, educação ambiental e turismo ecológico.

Dentre suas 19 lagoas a mais famosa é a Lagoa Araraquara, também conhecida como Lagoa Coca-Cola (conheça) graças às suas águas de cor escura por causa de pigmentos das raízes das árvores e da composição mineral do solo rico em iodo e ferro. Os nativos acreditam que o banho em suas águas tenha poderes medicinais e rejuvenescedores. A trilha leva de 2 a 05 horas. É necessário bom condicionamento físico.

10) Esquibunda e Aerobunda em Genipabu

esquibunda

Esquibunda é um outro nome para o sandboard, no entanto, na modalidade sentado. As crianças preferem o esquibunda, que é mais seguro, afinal você não tem de se equilibrar em pé. E existe também o aerobunda, que é uma tirolesa que sai do alto de uma duna e cai no mar. Passeios imperdíveis.

11) Mergulho com tubarões na Redinha, Natal

mergulho

Você já pensou em mergulhar com tubarões e ainda poder tocá-los? Os visitantes de Natal agora podem. O Aquário de Natal, no litoral Norte da capital potiguar, oferece essas oportunidades. Por alguns minutos a sensação de ficar pertinho ou de tocar esse animal considerado assustador e temido por tanta gente, é inimaginável. O mergulho dura em média de 20 minutos e é feito sob agendamento.

12) Passeios de Buggy com muita emoção, Genipabu

buggy

Em terra firme, os passeios a bordo dos buggys são uma tradição de Natal, considerada a capital deles, e merecem espaço na programação do visitante. Mas peça ao motorista uma volta “com emoção”. Esse é o código para imprimir velocidade nas descidas das dunas. O passeio começa, normalmente, às 08 e termina às 17h.

Publicidade

Rafael Nicácio Editor e repórter do Portal N10. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do RN) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN).
error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!