Fórmula 1

Verstappen vence GP marcado por batida de Leclerc e Vettel

Verstappen celebra vitória no GP do Brasil (foto: EPA)

(ANSA) – Em uma corrida marcada pela colisão entre os pilotos da Ferrari, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, venceu o Grande Prêmio do Brasil de F1, em Interlagos, e assumiu a terceira colocação no campeonato a uma corrida do fim.

Com uma atuação segura, o piloto de 22 anos alcançou seu oitavo triunfo na carreira graças a uma boa largada na pole position e a duas ultrapassagens sobre o hexacampeão Lewis Hamilton. “Lewis estava muito rápido, então tive de acelerar. Fizemos duas manobras boas com ele, e depois pude controlar a corrida”, disse Verstappen em entrevista a Rubens Barrichello.

A segunda posição ficou com Pierre Gasly, que – ironia do destino – foi beneficiado pelo seu “algoz” Alexander Albon. O francês foi demitido da Red Bull na metade da temporada e rebaixado para a Toro Rosso, enquanto o tailandês assumiu seu lugar na equipe austríaca.

Albon estava em segundo lugar na penúltima volta, mas se chocou com Hamilton em uma tentativa de ultrapassagem do britânico e acabou rodando. Gasly, que era o quarto, roubou a posição dos dois e segurou a pressão do hexacampeão na volta final.

“Esse é meu primeiro pódio, nunca vou esquecê-lo. A Toro Rosso me deu um carro incrível”, celebrou. Já Hamilton disse que Verstappen estava mais rápido que ele nas retas. “Não havia muito mais a se fazer”, acrescentou.

Carlos Sainz (McLaren), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo), Daniel Ricciardo (Renault), Lando Norris (McLaren), Sergio Pérez (Racing Point) e Daniil Kvyat (Toro Rosso) completaram o top 10.

Ferrari

Os dois pilotos da Ferrari merecem um capítulo à parte. Na 66ª volta, quando ocupavam a terceira e quarta posições, Charles Leclerc ultrapassou Sebastian Vettel no “S do Senna”. Logo em seguida, o alemão tentou dar o troco no monegasco, mas os dois bateram pneu com pneu e abandonaram a prova.

“Precisamos analisar a situação, nós dois estamos tristes pela equipe. Ele tentou ir para dentro, mas esse episódio não condiciona nossas relações, somos bastante maduros”, garantiu Leclerc.

A transmissão mostrou o chefe de equipe da Ferrari, Mattia Binotto, desolado nos boxes. “Estamos decepcionados. Os dois pilotos devem perceber que prejudicaram toda a equipe. Eles estavam liberados para disputar, mas são pequenos erros pelos quais a equipe acaba pagando”, disse o italiano.

A batida permitiu a Verstappen abrir vantagem na briga pela terceira posição no campeonato. Com os 25 pontos da vitória, o holandês chegou a 260, 11 a mais que Leclerc. Já Vettel, com 230, pode no máximo tomar o quarto lugar de seu companheiro de equipe. A última corrida da temporada será em Abu Dhabi, em 1º de dezembro.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.