Psicólogos e administradores lideram buscas por coaching

outubro 7, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Psicólogos e administradores lideram buscas por coaching

Profissionais formados ou na graduação têm buscado, cada vez mais, uma formação complementar. Neste cenário, destaca-se a formação em coaching. Atualmente, estima-se a presença de 73 mil profissionais coachs no país, segundo a International Coach Federation (ICF). Coaching é uma profissão que alia conjunto de técnicas, conhecimentos e ferramentas para auxiliar o desenvolvimento humano. No Brasil, tornou-se popular em meados dos anos 2000. 

Essa atividade abrange profissionais de diversas áreas humanas e exatas que trabalham a partir de diversas ciências como neurociência, programação neurolinguística (PNL), antropologia, sociologia e conceitos da psicologia

De acordo com o Instituto Brasileiro de Coach (IBC), tal conjunto de técnicas pode ser aprendido pode qualquer pessoa, independentemente da área de formação. Dentre os profissionais que procuram mais por formações de coaching, segundo a Sociedade Latino Americana de Coaching, (SLAC) destacam-se: psicólogos (22,3%), administradores (16,7%), educadores físicos (13,5%), publicitários (9,5%), médicos (7,5%), economistas (6,9%) e jornalistas (6,7%). A profissão é buscada por pessoas de diferentes faixas etárias, sendo a média a partir dos 28 anos, segundo a Associação Brasileira de Profissionais de Coaching (Abrapcoaching). 

Comumente, os benefícios do curso de coaching são procurados para aumentar as possibilidades de atuação na carreira de formação inicial do aluno, melhorar a performance e resultados.

Na psicologia, essa capacitação é usada com intuito de ampliar as possibilidades de trabalho desenvolvido na clínica, atuando com grupos e projetos específicos. No meio corporativo, é usada como forma de melhorar o clima organizacional, relacionamentos entre equipes, reduzir a perda de talentos e desenvolver os colaboradores. No campo esportivo é aliada do desenvolvimento do esportista. Na área de Recursos Humanos, o coaching ajuda na gestão assertiva de talentos.

Qualquer pessoa maior de idade pode fazer curso para formação em coaching. Contudo, as características comportamentais desse profissional, segundo SBCoaching, são:

– curiosidade, 

 – gostar por aprender;

– gostar de novidades;

– gostar de ajudar;

– ter senso de humanidade;

– perfil ético;

– ter compromisso com os valores sociais e com os valores das organizações;

– ser comprometido.