Conversa com BIal desta quarta-feira, dia 26/07, entrevista Artur Xexéo e Patrícia Kogut par falar do ícone da televisão brasileira, Hebe Camargo.

Autenticidade é a palavra que melhor descreve Hebe Camargo, precursora e um dos maiores nomes da televisão brasileira. Com 60 anos de história só nas telinhas, a diva era reconhecida por ser boa de garfo, boa de copo, apaixonada por artigos de luxo e por ter talento e individualidade inquestionáveis como entrevistadora. Características que contribuíram para eternizá-la após sua morte, em 2012, aos 83 anos, em decorrência de um câncer. Nesta quarta-feira, dia 26, o ‘Conversa com Bial’ relembra a profissional e a mulher que Hebe foi até seus últimos dias. “Para falar dessas duas senhoras irresistíveis – Hebe Camargo e a televisão brasileira – vamos receber seus biógrafos, Artur Xexéo e Patrícia Kogut”, diz Pedro Bial. O programa conta, ainda, com Marcello Camargo, filho da apresentadora.

Além de ser comentarista da GloboNews, o jornalista Artur Xexéo já foi jurado do ‘Domingão do Faustão’ e apresentador da transmissão da cerimônia do ‘Oscar’, mas é Hebe Camargo que faz seus olhos brilharem ao compartilhar com Bial suas memórias na televisão. “Sou da primeira geração da qual a TV foi babá eletrônica, e a Hebe era uma atração. Então ela exerce algo em mim desde criança. A televisão é pouco registrada em livro, e por isso tenho vontade de escrever sobre”, explica. Seu novo livro, “Hebe – A Biografia”, foi lançado em maio deste ano, e prova o amor e o conhecimento de Xexéo sobre a artista. O processo de escrita durou um ano e meio e o jornalista garante que contou com uma ajuda especial. “Acredito que o biografado fica por perto, orienta um pouco, mostra os caminhos. Me senti encaminhado pela Hebe”, afirma.

Segundo Xexéo, a apresentadora tinha uma vocação genuína para receber seus entrevistados. Era capaz de deixar o “cientista mais tímido à vontade” e ainda prender o público em frente à TV. “Ela tinha uma coisa fundamental em qualquer entrevistador: uma curiosidade natural, muito espontânea e verdadeira, e o espectador se identificava”, analisa. “A Hebe gostava de se enfeitar, de ir ao cabelereiro, de jóias e roupas de grife, mas nunca foi alienada. Era bem informada e participante. Tinha um comportamento avançado para uma jovem de sua época. Profissionalmente, também tinha um comportamento avançado, porque não era normal uma mulher ser apresentadora e entrevistadora naquele tempo”, diz.

A grandeza da apresentadora também chamou a atenção de Patrícia Kogut. A jornalista, que lançou recentemente a obra “101 atrações de TV que sintonizaram o Brasil”, dedicou algumas páginas de seu livro para registrar o que Hebe Camargo representou na arte televisiva. “Eu não poderia deixar de falar sobre a presença e as contradições dela – o fato de Hebe representar uma mulher comum, mesmo sendo uma diva”, comenta. “Procurei ser mais telespectadora do que repórter, porque é um livro que foi feito com o coração. Busquei impressões e sentimentos”, diz.

Com o mesmo sorriso característico da mãe, elogiado por Pedro Bial, Marcello Camargo relembra os sentimentos que compartilhou com a apresentadora. “Quando eu era pequeno, ela fazia programa na rádio e usava gravadores antigos. Gravava no quarto, em cima da cama mesmo, e eu ficava com ela. Eu pedia para dar ‘bom dia’ aos ouvintes e ela deixava”, relembra. Filho único de Hebe, Marcello diz que a mãe nunca se sentiu sozinha e ainda recorda seus últimos momentos. “Ela tinha um amor tão grande pelo público e considerava tão prazeroso fazer o programa, que nunca vi solidão nela. Hebe tinha um amor imenso por viver, mas viveu a angústia quando ficou doente e não podia comandar o programa”, conta. “Ela queria estar ali e fazer o que mais amava na vida”.

Você pode conferir o programa logo após o “Jornal da Globo”, a partir das 23h45, na Rede Globo.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.