Cantor country Jake Owen descreve cena do tiroteio em Las Vegas

Cantor country Jake Owen descreve cena do tiroteio em Las Vegas

outubro 2, 2017 0 Por Vitória Paiva

O cantor de country Jake Owen estava assistindo Jason Aldean no festival de música country “Route 91 Harvest”, em Las Vegas, quando o tiroteio [vídeos] em massa começou no domingo. O próprio Jake havia acabado de se apresentar logo antes do tiroteio.

Ao menos 50 pessoas morreram e 100 ficaram feridas nesta madrugada (2), em um tiroteio em Las Vegas, nos Estados Unidos. Um homem, que foi abatido pela polícia, abriu fogo contra o público de um show de música country no cassino Mandalay Bay, mas a polícia descartou que seja um atentado terrorista.

O cantor de 36 anos Jake Owen descreveu o que aconteceu à NBC News.

“Eu estava no palco. Havia acabado de entrar no palco com alguns amigos meus, incluindo Luke Combs, outro artista que já tinha tocado antes e ficamos literalmente em pé, a menos de 50 metros de onde Jason estava no palco e, de repente, ouvi o que soou – Era uma espécie de pensamento que você pensava: “Foi  tiroteio?” – e ficou cada vez mais rápido, quase como se fosse um rifle automático”, comentou Jake.

“Era possível ouvi-lo tocar as vigas no alto do palco. Foi quando vi pessoas fugindo. Nesse ponto, as pessoas no palco começaram a correr em todos os lugares possíveis. E foi bastante caótico, com certeza”, acrescentou.

“Então eu meio que simplesmente corri como todos os outros. Em um ponto, eu estava agachado atrás de um carro de polícia com cerca de 20 outras pessoas que vieram ao show, e todos estão perguntando se todos estão bem”, contou o cantor.

“Há sangue nas pessoas, e você pode ver algumas pessoas na rua que pareciam que haviam levado tiro ali. Foi caótico. Parecia literalmente como um filme que você sente que não seja a vida real”, continuou Jake, descrevendo a cena trágica. “Foi um caos durante sete a dez minutos”.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!