Desde o projeto Abraçaço (2012), que o compositor Caetano Veloso não apresenta um trabalho com canções inéditas.

Apesar da extensa obra autoral, o cantor de segmento existencial, político e cultural tem evitado tanto pela elaboração quanto pela disseminação de novidades.

Nos últimos anos, Caetano compôs uma música inédita para o show que a irmã Maria Bethânia fez ao lado do sambista Zeca Pagodinho, além de uma música para o aclamado álbum APKA! da cantora Céu.

Além de uma parceria com o filho Zeca Veloso, para a musa tropicalista Gal Costa.

O que o público sente falta é de uma resposta do cantor frente ao cenário político, de uma palavra a altura dos novos movimentos culturais (tais como o Baiana System, Baco Exu do Blues e etc) além do recorrente cuidado do autor às demandas existenciais e espirituais.

O novo álbum de Caetano Veloso certamente atenderá demandas profundas, como de tradição.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.