América e ABC fazem clássico potiguar na Série D do brasileirão

América e ABC fazem clássico potiguar na Série D do brasileirão

América e ABC fazem clássico potiguar na Série D do brasileirão

A bola rola a partir das 16h na Arena das Dunas (Foto: Assessoria do América F.C)

Rafael Nicácio junho 20, 2021 Destaques

A Arena das Dunas, em Natal, será palco neste domingo (20) da 543ª edição do Clássico-Rei potiguar, entre América e ABC. A partida é válida pela terceira rodada do Grupo 3 da Série D do Campeonato Brasileiro. A bola rola a partir das 16h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da TV Brasil.

De acordo com levantamento de Marcos Trindade, pesquisador da memória do futebol do Rio Grande do Norte, alvirrubros e alvinegros se enfrentam desde 1915, com 195 vitórias alvinegras, 177 alvirrubras e 170 empates. Em 2021, os rivais duelaram duas vezes (ambas pelo Campeonato Potiguar), com um triunfo para cada lado.

Na Série D, o ABC vive melhor momento, com duas vitórias em dois jogos pelo Grupo 3. No domingo passado (13), o Alvinegro goleou o Sousa-PB por 4 a 0 no Frasqueirão, com gols do meia Denner e dos atacantes Claudinho (dois) e Éderson. No mesmo dia, o América (que estreou ganhando do Central-PE por 1 a 0, em casa) sofreu 3 a 0 do Campinense-PB no Amigão, em Campina Grande (PB).

Além da quarta divisão, a equipe abecedista está envolvida nas oitavas de final da Copa do Brasil e na decisão do Campeonato Potiguar, diante do Globo. Na última quarta-feira (16), no Barrettão, em Ceará-Mirim (RN), os alvinegros foram derrotados por 2 a 1 e precisam ganhar por dois gols de diferença na partida de volta, na próxima quarta-feira (23), às 21h15, no Frasqueirão, para ficarem com o título no tempo normal.

“[Enfrentar o América entre os dois jogos da final] traz uma responsabilidade. Se fosse um outro confronto, talvez a gente teria um foco difuso, mas, como é um clássico, a gente esquece, entre aspas, a decisão do Estadual. Mas acredito que a gente consiga redirecionar a cabeça dos atletas logo após o jogo para o Globo, que se tornou uma missão grande. Esperamos que [o clássico] seja um jogo competitivo, bem jogado, mas que possamos construir o resultado que nos garanta a liderança [do grupo]”, disse o técnico alvinegro, Moacir Júnior.

O atacante Rodrigo Fumaça, ex-Brasiliense-DF, reforço anunciado durante a semana, teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pode ser a novidade entre os relacionados do ABC para o clássico. Os desfalques confirmados são o goleiro Welligton, que testou positivo para o novo coronavírus (covid-19) antes do jogo com o Globo e segue isolado, e o atacante Soares, que passou por uma cirurgia no joelho.

O ABC deve ir a campo com Jerfersson; Netinho, Helitão, Alisson Cassiano e Bruno Souza; Vinícius Paulista, Valderrama, Marcos Antônio e Alan Pedro; Éderson e Claudinho.

No América, a única ausência certa é a do volante Felipe Guedes, que se recupera de uma pubalgia. Durante a semana, o técnico Daniel Neri ganhou três reforços para a sequência do campeonato. O meia Esquerdinha, que veio do 4 de Julho-PI, o atacante Weslley Smith, campeão maranhense pelo Sampaio Corrêa, e o zagueiro Jean Pierre, ex-Marília-SP, tiveram as inscrições regularizadas e já podem estrear.

Encaro a oportunidade no América como um grande desafio. Conheço os jogadores que estão aqui, experientes, rodados no Brasil inteiro. Venho para ajudar. É minha primeira Série D, mas sei que é uma competição muito difícil, com várias equipes e muitos jogos. Vamos buscar nosso objetivo pensando em [subir] um degrau de cada vez”, comentou Jean Pierre em entrevista coletiva.

Insatisfeito com o rendimento do time em Campina Grande, o treinador deve promover mudanças na equipe titular para o clássico. Contudo, se mantiver a base das primeiras rodadas, a provável escalação terá Samuel Pires; Everton Silva, Boaventura, Élton e Peri; Wellington Cezar, Everton Heleno, Romarinho e Geovani; Max e Elvinho.

Obter o acesso é fundamental para o 2022 do América. No Rio Grande do Norte, somente campeão e vice do Estadual asseguram lugar na Série D do ano seguinte. Como terminou o Potiguar em terceiro, o Alvirrubro só garante presença em uma competição nacional na próxima temporada se subir para a Série C. Caso não consiga a promoção, teria que torcer pelo acesso do rival ABC, o que abriria uma vaga na quarta divisão ao Mecão.

Outros artigos