Após goleada para o City, para onde vai Carlo Ancelotti?

Carlo Ancelotti pode dar adeus ao Real Madrid e ser o novo técnico da Seleção Brasileira - Clive Brunskill/Getty Images

Nesta quarta-feira (17), o Real Madrid foi goleado pelo Manchester City no Etihad Stadium, em partida válida pelas semifinais da UEFA Champions League. Com o resultado, o time do técnico italiano Carlo Ancelotti está ilimitado da competição e o técnico pode não seguir no clube espanhol.

Agora, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) tem a oportunidade definitiva para ter o “sim” ou o “não” de Ancelotti para comandar a Seleção Brasileira Masculina. Assim, Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, que tinha definido o italiano como seu “plano A” deve intensificar as tentativas de negociar com o técnico.

Anteriormente, o presidente da CBF definiu o prazo de 25 de maio para definir o futuro comandante da seleção. Curiosamente, na data limite a situação do Real como finalista ou não já estaria definida e possivelmente a permanência ou não de Ancelotti.

Com contrato até vai até junho de 2024 com o clube espanhol, a expectava pública declarada pelo técnico italiano era de permanência na equipe.

Contudo, a temporada não foi das melhores para o Real Madrid. Apesar do título da Copa do Rey, o Real perdeu o Campeonato Espanhol para o Barcelona e agora foi eliminado na Champions. É importante lembrar que os títulos do Mundial de Clubes e da Supercopa da Europa são referentes a temporada anterior.

A eliminação da forma como ocorreu (empate em casa e a goleada de 4×0 para o City), pode encerrar a passagem do técnico no Real. Com isso, as chances para a CBF fechar com o técnico devem crescer e definir de vez a o fim desta novela.

Além de Carlo Ancelotti

Caso Ancelotti não seja o próximo técnico da seleção, especula-se que três nomes sejam prováveis para o cargo. O técnico português Abel Ferreira, que comanda o Palmeiras, é um dos nomes que interessam para a função. Fernando Diniz, que comanda o Fluminense, também figura entre os principais indicados. Além dos dois técnicos, o nome do português Jorge Jesus, que atualmente comanda o Fenerbahçe da Turquia, também apareceu como uma possibilidade para assumir a seleção.

É importante lembrar que a Seleção Brasileira terá dois amistosos que deverão ocorrer entre 12 e 20 de junho. Assim, o novo técnico, caso chegue a tempo, já definiria a lista de convocados e os rumos para as Eliminatórias Sul-Americanas. Em setembro, o Brasil disputará as duas primeiras rodadas das eliminatórias, contra a Bolívia e Peru.

Nos próximos dias mais informações sobre as negociações com o estafe de Ancelotti deverão vir à tona e com isso o mistério de quem será o novo técnico da Seleção Brasileira Masculina finalmente poderá ser desvendado.

COMPARTILHE: