Ciência

Cientistas encontram evidências de placas tectônicas no satélite natural de Júpiter

Os pesquisadores detectaram na crosta de Europa, o gélido satélite natural de Júpiter, a possível existência de placas de gelo gigantes, que funcionariam como as placas tectônicas de nosso planeta, conectando a superfície com o oceano profundo. E isso significaria uma via de contato com sais, minérios e micróbios.

Os investigadores têm evidências visuais clara de expansão da crosta gelada de Europa. No entanto, eles não conseguiram encontrar áreas onde a antiga crosta foi destruída para dar espaço para o novo. Ao examinar as imagens do satélite natural de Júpiter, tomadas pela sonda espacial Galileu Orbiter, da NASA, no início de 2000, os geólogos planetários Simon Kattenhorn, da Universidade de Idaho, Moscou e Louise Prockter, do Laboratório de Física da Universidade Johns Hopkins Applied em Laurel, Maryland, descobriram alguns limites geológicos incomuns.  “Estamos intrigados durante anos sobre a forma como todo este novo terreno poderia ser formado, mas não conseguimos descobrir como ele foi acomodado”, disse Prockter. “Acho que finalmente encontramos a resposta.”, disse ele.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A superfície de Europa – uma das quatro maiores luas de Júpiter e um pouco menor do que a lua da Terra – é cheio de fendas e sulcos. Na Terra, com novas formas materiais de superfície nas cristas médio-oceânicas, o material velho é destruído em zonas de subducção, regiões onde duas placas tectônicas convergem e se sobrepõem, forçando uma sob a outra. No entanto, apesar do grau de extensão evidente na superfície de Europa, os investigadores não tinham sido capazes de determinar como a superfície poderia acomodar todo o material novo.

De acordo com o livro “2001: Uma Odisseia no Espaço”, de Arthur C. Clarke, a humanidade se mudaria para o satélite de Júpiter. Como pudemos ver, Europa pode mesmo ser um lugar capaz de abrigar vida, baseado em dados científicos.

Fonte: NASA

Read More...

Mundo

Saúde do ditador Kim Jong-un está em perigo devido ao alto consumo de queijo

Kim Jong-un está colocando sua saúde em sério risco devido ao alto consumo de queijo Emmental. O líder norte-coreano tem 31 anos e é fã assíduo de queijo. Especialistas acreditam que Kim pode ganhar peso deliberadamente, o que o fará ficar mais parecido com seu avô Kim Il-sung, que é venerado na Coréia do Norte como fundador da nação, e mesmo agora – exatamente 20 anos após sua morte – ainda é considerado o chefe de Estado com o título de Eterno Presidente da República. As informações são do Daily Mail.

1411029125905_Image_galleryImage_image001_png

Mas, apesar do sofrimento de seus 25 milhões de cidadãos, Kim continua a devorar o queijo suíço em quantidades tão grandes que sua cintura está se expandindo em uma taxa perigosamente rápida, de acordo com o MirrorNorte-coreanos que conseguiram fugir do país acreditam que o ganho de peso pode ser deliberado, a fim de parecer mais com seu falecido avô corpulento Kim Il-sung.

Read More...

Mundo

Estudo afirma que os cães também podem ser pessimistas

Não é só de alegrias que vive um cão! Enquanto alguns caninos são vistos geralmente como alegres e “de bem com a vida”, outros são claramente mais pessimistas do que os outros. Durante os testes, os cães ouviam sons que indicavam se eles iriam receber água ou leite. Quando o som que representava o leite foi tocado, os cães pessimistas não responderam, o que sugere que eles acharam difícil ser verdade que iriam conseguir a bebida. “Esta pesquisa é emocionante porque mede os estados emocionais positivos e negativos em cães de forma objetiva e não-invasiva,” disse a Dra. Melissa Starling, da Faculdade de Ciências Veterinárias.

De acordo com a pesquisa, um cão que tenha a personalidade otimista espera que mais coisas boas aconteçam, e menos coisas ruins. Eles vão assumir riscos e ter acesso a recompensas, eles também são o tipo de cão com persistência e quando as coisas não vão sua maneira, tentam novamente.

Pesquisadores da Universidade de Sydney afirmam que alguns caninos são claramente mais pessimistas do que os outros quando as recompensas são antecipadas.

Pesquisadores da Universidade de Sydney afirmam que alguns caninos são claramente mais pessimistas do que os outros quando as recompensas são antecipadas.

Enquanto isso, os cães com uma personalidade pessimista esperam que menos coisas boas aconteçam e mais coisas ruins. Isso mostra que os cães pessimistas são mais prudentes e mais propensos a evitar riscos. Eles também podem desistir facilmente quando as coisas não saem da maneira deles. Os pesquisadores afirmam que, nestes casos, o cão pode não ser infeliz, e tendem a ser mais satisfeitos com as coisas simples, por isso precisa de encorajamento para experimentar coisas novas.

Uma vez que os cães aprenderam a tarefa de discriminação, eles foram jugados com tons de “ambiguidade”. Se os cães responderam depois dos sinais ambíguos, os pesquisadores disseram que sugeriu que esperava que as coisas boas aconteçam, tornando-os otimistas. O seu nível de otimismo também pode ser monitorado por que eles responderam. Por exemplo, um cão muito otimista iria responder à maioria dos tons, mesmo aqueles que soavam antes que a água fosse oferecida.

Os cães que não responderam aos tons foram rotulados pessimista. Isso aconteceu porque, embora eles ouviram os sons, eles não mostram sinais de excitação, o que poderia sugerir que eles assumiram que estavam recebendo água. “Dos cães testados foram encontrados mais otimistas do que pessimistas, mas é muito cedo para dizer se isso é verdade para a população em geral “disse o Dra. Starling.

Os resultados foram publicados na revista PLoS.

Read More...

Ciência

Granja de “humanos artificiais” pode ser o fim dos experimentos com animais

O projeto poderia ser, a principio, uma ótima notícia, se não fosse pelo fato de ser tão intrigante. Afinal, a criação de micro-humanos através de microchips não soa muito bem. O projeto se chama “Humano em chip”, e visa à criação de micro-humanos artificiais para tentar acabar, ou, pelo menos, reduzir a necessidade de utilizar animais para a realização de experimentos em laboratório. Essa estranha iniciativa propõe a criação de um microchip que possa recriar a reação de um ser humano à inalação de substâncias presentes no intestino ou no sangue.

Foto: Divulgação/The Sunday Times

Foto: Divulgação/The Sunday Times

De acordo com uma publicação do jornal The Sunday Times, já estão sendo utilizadas as primeiras versões de “humanos artificiais”, porém em fragmentos: miniaturas de pulmões, corações, fígados e rins, que servem para testar a reação dos órgãos a novos medicamentos sem a intervenção de seres vivos. Dessa maneira, por mais que possa soar estranho pensar em uma “granja de humanos artificiais”, não seria mais que uma possibilidade laboratorial que aliviaria do peso do progresso científico dos mais de 100 milhões de animais que são submetidos anualmente a testes de medicamentos e alimentos.

Os responsáveis pelo desenvolvimento dessa iniciativa inovadora, da Universidade Técnica de Berlim, calculam que, em 2017, já poderão estar em funcionamento chips de dez órgãos que revolucionariam o desenvolvimento de remédios.

Read More...

Mundo Bizarro, Notícias

Pais famintos comem os próprios filhos na Coreia do Norte

“Semana passada, dois turistas americanos foram presos por ter esquecido sua Bíblia em um quarto de hotel. O governo os acusa de proselitismo e de ameaça ao regime”

Novamente surgem informações de que pais famintos estão comendo os próprios filhos na Coreia do Norte. A denúncia foi feita pela primeira vez por jornalistas que teriam se infiltrado no país mais fechado do planeta no ano passado. O assunto volta a tona sempre que relatos da falta de alimentos são divulgados. Mas como tudo relacionado com a nação mais fechada do mundo, é difícil de ser comprovada.

Reprodução

Reprodução

O fato é que a fome, que matou milhares de pessoas no país na década de 1990, está ameaçando grande parte da população. Simplesmente não existe comida suficiente para alimentar os 24 milhões de norte-coreanos. Embora negue as mortes em massa, o governo de Kim Jong-Un reclama das dificuldades decorrentes do embargo que o país sofre devido a seu programa nuclear. Mas não nega que é a pior crise de alimentos em três décadas.

A agência Reuters informa que o país enfrenta a maior seca desde 1982, tendo chovido apenas um terço do esperado para o período. Foram cerca de 70 dias sem chuva. Tropas do Exército protegem 24 horas as plantações que ainda persistem e toda água disponível vai para as terras agrícolas.

A missão Christian Aid afirma que nos contextos de crise quem sofre primeiro sãos os cristãos, privados pelo governo de seus direitos mais básicos simplesmente por causa de sua fé.

Segundo a organização cristã, existem trabalhos consistentes de missionários que conseguem contrabandear alimentos e oferecer apoio aos cristãos da “igreja subterrânea” norte-coreana. Com isso, mais perseguição e prisões estão ocorrendo, sempre com a acusação de espionagem e de traição aos ideais da pátria.

“Este é o estilo típico de acusação do governo. Para controlar o seu povo, eles precisam culpar alguém, e muitas vezes os cristãos são os primeiros a serem acusados”, afirma um dos missionários que trabalha no país. “Eles fazem falsas acusações aos cristãos pois, ao ouvirem seu testemunho, pessoas estão sendo alcançadas e suas vidas são mudadas pelo amor de Cristo.”

Semana passada, dois turistas americanos foram presos por ter esquecido sua Bíblia em um quarto de hotel. O governo os acusa de proselitismo e de ameaça ao regime.

A Missão Portas Abertas coloca a Coreia do Norte ainda em primeiro lugar na lista dos maiores perseguidores dos cristãos no mundo. “Acredita-se que pelo menos 25% dos cristãos estejam definhando em campos de trabalho forçados por que se recusaram a adorar os membros da dinastia Sung, fundadores da Coreia do Norte, como a deuses”. Em 2012, um relatório da Missão indicava que mais de 70.000 cristãos estavam aprisionados em campos de concentração norte-coreanos.

Fonte: Site Rede Promessa

Read More...