Agenda Cultural

Show da turnê “Cúmplices de Um Resgate – O Musical” estreia dia 10, em Natal

Acontece no próximo domingo, dia 10 de julho, às 17h, no Teatro Riachuelo, em Natal (RN), o primeiro show da turnê nacional de Cúmplices de Um Resgate – O Musical, um lançamento do SBT Licensing, Televisa e Vegas Produções e Eventos.

Com a presença dos atores Bia Jordão (Julia), Fhelipe Gomes (Téo), Bia Lanutti (Lola), Gabriel Moura (Banjamim), Lipe Volpato (Matheus), Graciely Junqueira (Chloé) e Rodrigo Dorado (Dinho), o público irá se divertir com performances de canções que fazem parte da trilha sonora da trama, como: “Cúmplices de um Resgate”, “Superstar” e “Pra Ver Se Cola”.

A proposta do musical é permitir que o público visualize o universo da novela fora da televisão, com toda a dinâmica e beleza do espetáculo trabalhada de forma criativa e versátil. São utilizados vários elementos como dança e interpretação para inspirar o público a embarcar em um mundo mágico, com passeio por diversos gêneros da música brasileira.

No decorrer da turnê, algumas das novidades serão o elenco variante nas apresentações, a escolha do repertório com set list conhecido pelo público e também efeitos com luzes. A turnê visitará várias cidades brasileiras. No mês de julho, além de Natal, o show passará por Teresina (PI) no dia 17, João Pessoa (PB) no dia 24, e em Fortaleza (CE) no dia 31. As vendas dos ingressos são feitas através do site “Ingresso Rápido” e na bilheteria dos próprios teatros, onde não há taxa de conveniência.

Quem assina a direção Artística é a Vegas Produções e Eventos, com produção Executiva de Rose Torres e direção Musical de Paulo Fedato, que foi responsável pela carreira de muitas estrelas como Rebeldes, Eliana, entre outros.

SERVIÇO

Natal (RN)

Quando: 10 de julho, a partir das 17h

Onde: Teatro Riachuelo

Elenco: Bia Jordão, Fhelipe Gomes, Bia Lanutti, Gabriel Moura, Lipe Volpato, Graciely Junqueira e Rodrigo Dorado.

Ingressos: Através do Ingresso Rápido ou na bilheteria do Teatro Reachuelo

Read More...

Cidadania

Travestis e transexuais usarão nome social no Enem 2016

O número de travestis e transexuais que utilizarão o nome social no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aumentou 46% em 2016. Ao todo, 408 pessoas tiveram a solicitação atendida – na edição anterior, foram 278. Confira os dados dos candidatos por Estado.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) recebeu 842 solicitações. Dessas, 434 foram reprovadas porque os interessados não encaminharam a documentação, conforme exigia o edital do exame.

Para serem tratados pelo nome social, era preciso fazer a inscrição no mesmo período que os demais candidatos. Posteriormente, entre 1º de junho e 8 de junho, o pedido deveria ser formalizado pela internet, com o preenchimento de formulário e envio de foto recente e cópia de documento de identificação.

A possibilidade de uso do nome social ocorreu pela primeira vez em 2014, quando foram feitos 102 pedidos.

Cartão

O cartão de confirmação de inscrição no exame estará disponível para todos os 8,6 milhões de inscritos exclusivamente na Página do Participante, em data a ser divulgada. No documento, constará o endereço do local de provas, datas e horários; o número da inscrição; a indicação do atendimento especializado ou específico; opção de língua estrangeira e solicitação de certificação, quando for o caso.

A impressão, para apresentação nos dias de provas, não é obrigatória, mas recomendável, para que o candidato tenha as informações em mãos.

Read More...

RN

TCE detecta sobrepreço em concessão da Arena das Dunas e sugere suspensão de pagamentos

Auditoria realizada pela equipe técnica da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização da Copa 2014 (CAFCOPA) do Tribunal de Contas do Estado (TCE) detectou indícios de sobrepreço no contrato de concessão do estádio Arena das Dunas, o que poderá implicar em um dano ao erário no valor de R$ 451 milhões no período de 15 anos. Além disso, a equipe técnica imputou um dano ao erário efetivo de R$ 77 milhões, o qual teria ocorrido até abril deste ano. Por conta dos indícios de sobrepreço e das demais irregularidades imputadas no relatório, a equipe técnica sugeriu a concessão de medida cautelar para suspensão dos pagamentos das contraprestações mensais pelo Estado.

As conclusões da auditoria ainda serão submetidas a contraditório, com possibilidade de apresentação de defesas, e passarão pelo crivo do Ministério Público de Contas (MPC) e do relator do processo, conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, antes de serem levadas ao pleno do Tribunal de Contas. Após todo esse procedimento, os dados levantados pelo Corpo Técnico poderão ser ratificados, ou revistos, pela Corte.

Segundo o relatório de auditoria, o sobrepreço foi aferido ao se comparar os custos da Arena das Dunas com a Arena do Grêmio, também construída pela Construtora OAS. O custo por assento na Arena das Dunas foi de R$ 12.749, enquanto que na Arena do Grêmio foi de apenas R$ 8.875, indicando um sobrepreço de 43,65%.

Apesar de a concessão ter sido orçada em R$ 400 milhões, o custo a ser pago pelo Estado apenas com a construção será de R$ 1,4 bilhão num período de 15 anos, em valores corrigidos. Com base no sobrepreço de 43,65%, chegou-se a um dano ao erário estimado em R$ 451 milhões durante o período de pagamento dos custos da construção do estádio. Até abril deste ano, foram pagos pelo Estado R$ 288 milhões, implicando num dano ao erário já efetivado de R$ 77 milhões.

O critério de comparar os custos das duas arenas construídas pela OAS foi adotado por conta da falta de “orçamento detalhado em quantitativos e preços unitários de serviços” na execução do projeto. Dados como projeto executivo e estudo de viabilidade econômica nunca foram apresentados pelas partes. Segundo o relatório técnico, a Arena das Dunas informou que “que devido à natureza do contrato de concessão em questão, inexistiam documentos relativos a quantitativos e preços unitários dos serviços, restando, assim, prejudicado o envio dos itens relativos ao memorial de cálculo com levantamentos dos quantitativos e dimensionamentos, orçamento detalhado, e composição dos preços unitários, incluso BDI e encargos sociais”.

A equipe técnica destacou ainda a situação atípica observada na construção da Arena das Dunas, quando se observa as isenções fiscais. No RN, a Arena recebeu isenção para os mais variados tributos, entre eles ICMS, IPI, ISS, IPTU, ITIV, PIS/Pasep, Imposto de Importação e Cofins. Os demais estádios construídos no Nordeste não tiveram as mesmas isenções e, ainda assim, a média de custo praticada nos demais estados nordestinos foi de cerca de R$ 10.300 por assento, ou seja 40% mais barato que os custos realizados no RN.

Na última quinta-feira (30/06), em cumprimento a despacho do conselheiro relator, a Diretoria de Atos e Execuções do TCE expediu notificações aos Ministérios Públicos Estadual e Federal, às Secretarias de Estado da Tributação e do Planejamento e Finanças, à Procuradoria-Geral do Estado, ao Gabinete Civil do Governo do RN, ao Departamento de Estradas de Rodagem do RN (DER/RN), à Secretaria Municipal de Tributação de Natal e à Arena das Dunas Concessões e Eventos, inclusive com a assinatura de prazo de 72 horas para que a Arena das Dunas apresente o orçamento detalhado da obra.

Read More...

RN

Governo do RN anuncia calendário de pagamento dos servidores

O Governo do Estado começa a pagar o funcionalismo a partir da próxima terça-feira (5). Os servidores da Saúde e Educação terão o pagamento creditado na conta dia 5 de julho. Na quarta-feira (6) é a vez dos servidores da área de Segurança Pública. Os demais funcionários da Administração Direta e da Administração Indireta que dependem dos recursos do tesouro estadual receberão o pagamento na quinta-feira (7).

Os aposentados receberão os vencimentos em duas datas: os inativos da Saúde, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e da Administração Indireta terão o pagamento depositado na sexta-feira (8). Já os demais inativos da Administração Direta receberão no sábado (9), quando será encerrado o calendário de pagamento para os servidores. Dia 12, os pensionistas terão os pagamentos creditados em conta.

Apesar da maior crise econômica dos últimos 25 anos, o Governo também vai adiantar 40% do 13º salário da Educação, por possuir recursos vinculados ao Fundeb, além dos órgãos que detém receitas próprias.

Protestos

Na última sexta-feira (1º), servidores estaduais realizaram um protesto contra o atraso de salários no funcionalismo público. O protesto também foi contra as reformas e o ajuste fiscal do Governo Temer, como é o caso da reforma da Previdência que sinaliza impor idade mínima de aposentadoria aos 70 anos.

Em reunião com a representante do Governo, Tatiana Mendes Cunha, foi adiantado que o cenário de crise econômica e das frustrações de receita impedem o Governo do Estado de anunciar calendário de pagamento dos salários e de pagar para todos o adiantamento dos 40% do 13º salário. Na ocasião foi anunciada medidas que estão sendo realizadas para amenizar as finanças estaduais, entre as quais, a revisão dos contratos com as empresas terceirizadas, revisão do contrato da Arena das Dunas, implantação do REFIS (programa de parcelamento de débitos com o Estado) e renegociação da dívida do Estado com a União.

“Temos aumentado a arrecadação, mas a frustração de receitas do FPE – Fundo de Participação dos Estados nos impede de fazer pouco mais além do que pagar os servidores estaduais. Vamos aguardar a repercussão da negociação com o Governo Federal sobre a recomposição das perdas do FPE”, disse Tatiana Mendes.

Dados da Secretaria de Tributação apontam que se a proposta for aceita pelo Governo Federal, o Rio Grande do Norte terá, neste ano, uma compensação de R$ 470 milhões no FPE. Para 2017, seriam mais de R$ 1 bilhão. Com isso o Estado teria até o final do próximo ano R$ 1,470 bilhão. Este alento pode impactar positivamente as finanças do Estado e, consequentemente, a crise do serviço publico.

Os representes do Fórum Estadual dos Servidores agendaram para o início de agosto deste ano uma nova rodada de negociação para avaliar conjuntamente a situação financeira do Estado. Até esta data esperam que o Governador Robinson Faria os receba em audiência para discutir a crise dos servidores e do serviço publico estadual.

Read More...

RN

Governo do RN realiza convocação de novos professores efetivos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação e da Cultura, realizou a convocação de 126 professores para compor o quadro efetivo da rede estadual de educação. São professores de Pedagogia para os anos iniciais que atuarão em todas as 16 diretorias regionais de educação.

Os candidatos terão trinta dias, a partir da data de publicação, para se apresentarem nas sedes das 16 Diretorias Regionais de Educação e da Cultura (Direcs) localizada em Natal e nos municípios de Parnamirim, Nova Cruz, São Paulo do Potengi, Ceará Mirim, Macau, Santa Cruz, Angicos, Currais Novos, Caicó, Assu, Mossoró, Apodi, Umarizal, Pau Ferros dos Ferros e João Câmara. A lista dos convocados está publicada na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) do sábado (2).

Os candidatos devem no ato de apresentação portarem os seguintes exames médicos necessários: atestado de sanidade mental, válido por trinta dias; hemograma; glicemia em jejum; sumário de urina com sedimentoscopia; parasitológico de fezes. Esses documentos têm que ter a validade de 90 dias. As candidatas gestantes devem apresentarem laudo de ginecologista atestando estarem isentas dos exames de radiologia. Os professores devem também portarem com validade de 6 meses documentos de eletrocardiograma com parecer de um cardiologista, e o raio x do tórax em PA e Perfil com laudo de um radiologista.

Os candidatos com idade igual ou superior a 45 anos do sexo masculino devem apresentar dosagem PSA; citologia oncótica para candidatos do sexo feminino, com parecer de médico ginecologista; mamografia para o sexo feminino com idade igual ou superior a 45 anos com parecer de médico mastologista.

O local para a inspeção médica admissional dos candidatos está situado na sede da Emater/RN, no Centro Administrativo do Estado, bairro de Lagoa Nova, em Natal.

Também estão sendo exigidos dos candidatos o diploma de conclusão de curso com habilitação para o cargo, devidamente registrado por órgão competente, e os documentos pessoais: cópia de cédula de identidade, cópia de cadastro de Pessoa Física – CPF, comprovante de residência, cópia do título de eleitor e declaração de quitação eleitoral, cópia da certidão de reservista (sexo masculino), cópia de CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (página com foto – frente e verso e todos os contratos de trabalho assinado  e a seguinte em branco, cópia do PIS ou PASEP, cópia de certidão de nascimento ou casamento, atestado de saúde ocupacional habilitando o candidato para o exercício do cargo expedido por Junta Médica Oficial.

Deve também apresentar o número da conta bancária e agência em nome do titular da conta (conta do Banco do Brasil), certidão negativa de antecedentes criminais expedidas pelas Justiça estadual e federal, assim como, pela Polícia Civil da localidade em que o candidato possuir residência nos últimos cinco anos, e cópia da carteira de inscrição no Conselho Regional de Educação Física para os convocados de Educação Física.

Read More...