Mundo

“Os EUA criam o caos em países para justificar a sua presença militar e seu controle”, diz analista político

A “estratégia de ocupação” dos EUA envolve um ciclo que é invadir um país de interesse, desencadear o caos e, em seguida, usar o caos como uma “justificação” para prolongar sua presença militar no país, diz Brian Becker, analista político dos EUA e ativista pela paz. As informações são do Actualidad RT.

Esta doutrina para criar o caos e em seguida usar isso como justificativa para estender sua presença militar se reflete na atitude de políticos como o senador John McCain, que um dia depois que o presidente dos EUA, Barack Obama, declarou o fim a guerra no Afeganistão, o conflito mais longo da história dos Estados Unidos, disse que a Casa Branca deveria abandonar seu calendário rigoroso para a retirada das tropas norte-americanas do país e substituí-lo com um “plano com base nas condições sobre o terreno”.

Foto: AFP

Foto: AFP

“Se isso não for feito, e se o governo insiste em retirar todas as forças norte-americanas no país por razões políticas, o Afeganistão irá deteriorar-se como o Iraque desde 2011”, disse McCain. “Isso seria uma tragédia para o povo afegão, colocaria o povo americano em um perigo muito maior”, argumentou o senador.

“John McCain é a voz que emerge do complexo militar-industrial, o próprio Pentágono. Ele representa aqueles que realmente vê o Afeganistão como um potencial a longo prazo para uma base militar dos Estados Unidos, a partir do qual os EUA podem projetar poder militar, não só no Afeganistão, mas em toda a região do centro-sul da Ásia”, disse Becker, Coordenador Nacional da Coalizão ANSWER, um grupo composto por muitas organizações de direitos contra a guerra e civis.

“O perigo do Afeganistão degenerando em uma situação semelhante à do Iraque é real”, disse Becker em entrevista à Press TV. “Mas a razão que o Afeganistão, como o Iraque, poderia cair no caos é precisamente porque o exército dos EUA invadiram dois países. É precisamente porque a estratégia de ocupação dos Estados Unidos deteriorou a vida das pessoas em ambos os países e tem atrasado ou subvertido a sua capacidade de funcionar como Estados unitários. Isso criou a situação caótica no Iraque, no Afeganistão, em outros lugares, bem como na Líbia e na Síria”.

“Aqui vemos um ciclo”, continuou Becker. “Um ciclo em que os EUA cria caos e, em seguida, usa o caos como uma justificativa para manter a presença militar de longo prazo em regiões que são ricas em recursos naturais e são geo-estrategicamente importante do ponto de vista do império norte-americano”, disse o ativista.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.