Direitos do Consumidor

Mulher será indenizada pela Caern após receber faturas com valores elevados

Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte é condenada a indenizar consumidora em R$ 2 mil por danos morais

Uma consumidora do município de São Paulo do Potengi será indenizada pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) em R$ 2 mil por danos morais, acrescidos de juros e correção monetária, após ter recebido faturas com valores elevados. Além disso, as cobranças relativas às faturas em questão foram declaradas nulas.

A justiça estadual determinou que a CAERN emita novas faturas com valores correspondentes ao consumo habitual da residência da consumidora, baseando-se no consumo médio dos últimos doze meses anteriores aos meses a serem refaturados – abril, maio e junho de 2019, e maio e junho de 2020.

A consumidora relatou que, após a troca do hidrômetro pela concessionária, as faturas voltaram ao patamar normal de consumo nos meses seguintes, mas o problema se repetiu nos meses de maio e junho de 2020. Após procurar novamente a CAERN, a empresa não apresentou solução para o problema e a consumidora passou a ser ameaçada de corte no fornecimento de água de sua residência.

A consumidora também solicitou que a empresa seja obrigada a não negativar seu nome nos cadastros de proteção ao crédito e a não suspender o fornecimento de água de sua residência, dado seu total adimplemento contratual.

A CAERN argumentou nos autos da complexidade da causa e requereu a improcedência da ação judicial, afirmando ausência de relação de causa e resultado e não comprovação do dano moral sofrido.

Entretanto, segundo a juíza Vanessa Lysandra, responsável pelo julgamento do caso, ficou configurado o ato ilícito da concessionária ao efetuar a cobrança de valores exorbitantes e não justificados pelo fornecimento de água e tratamento de esgoto contratados pela consumidora. Para a juíza, a CAERN não teve o cuidado objetivo necessário e não apresentou solução para o problema, efetuando cobranças indevidas nas faturas em questão.

A magistrada destacou o fato da consumidora ter exigido que fosse detectado o motivo de cobrança de consumo tão elevado de água e coleta de esgoto em sua residência, ocasionando, inclusive, a substituição do hidrômetro, mas sem que a CAERN tenha comprovado o porquê do alto consumo, evidenciando, com isso, a falha na prestação dos serviços da concessionária.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Explore todos os benefícios que a cebola pode trazer para você! Preserve a saúde e a beleza dos seus cabelos com estas dicas! Diga adeus às rugas e flacidez com o bioestimulador de colágeno! Recupere a juventude com sessões de microagulhamento! ora-pro-nobis e seus benefícios! Estas dicas simples ajudarão você a manter sua casa em dia! Estas dicas incríveis para sua refeição noturna podem ajudar a emagrecer! Mantenha o aroma fresco em suas roupas após a lavagem com estas dicas! Descubra por que é melhor evitar café preto na dieta das crianças! Importante: o sono ruim tem um impacto direto nas suas emoções!

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.