Mundo

Justiça da Espanha concede liberdade condicional a Daniel Alves

Jogador terá de pagar fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,45 milhões) e está proibido de sair do país.

O Tribunal de Barcelona concedeu liberdade condicional ao jogador brasileiro Daniel Alves, condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro contra uma jovem de 23 anos no banheiro de uma boate da capital catalã.

O lateral-direito poderá deixar a cadeia após 14 meses em cárcere, mediante o pagamento de fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,45 milhões) e a proibição de não sair da Espanha.

Dani Alves também está impedido de se aproximar a menos de um quilômetro da vítima e de tentar se comunicar com ela por quaisquer meios.

O Ministério Público pedia a condenação do jogador a nove anos de reclusão, porém o tribunal levou em conta um atenuante de reparação de danos pelo fato de, antes mesmo da sentença, a defesa ter depositado em juízo a quantia de 150 mil euros (R$ 763 mil) para ser repassada à vítima independentemente do resultado do julgamento.

A sentença de quatro anos e meio de prisão ainda pode ser aumentada em segunda instância, porém, ao aceitar o pedido de liberdade, o Tribunal de Barcelona considerou que dificilmente um recurso será julgado antes de o brasileiro completar dois anos de cadeia, prazo máximo para prisão preventiva na Espanha.

A condenação

Segundo a Justiça espanhola, ficou provado que a mulher “não consentiu” com o ato sexual e que “existem elementos de prova, além do testemunho da denunciante, para comprovar a violação”.

O acusado agarrou bruscamente a denunciante, a jogou no chão e, evitando que pudesse se mexer, a penetrou vaginalmente, apesar de a denunciante dizer que não, que queria ir embora“, diz a sentença de 61 páginas, divulgada no fim de fevereiro.

Além disso, o tribunal destacou que, para configurar uma agressão sexual, “não é necessário que se produza lesões físicas nem que haja uma heroica oposição por parte da vítima“. “Ainda assim, constatamos lesões na vítima que deixam mais que evidente a existência de violência para forçar sua vontade“, acrescenta a decisão.

Com informações da Agência ANSA*

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
Centrais multimídia em veículos: um motivo para preocupação. Por que a BYD está ganhando espaço no Brasil? A Inteligência Artificial está testando os limites do Direito Autoral Gisele Bündchen revela preocupações de mãe com o filho Benjamin. Revitalift Hialurônico: o sérum preenchedor que cumpre o que promete. Pele saudável no outono: confira como conseguir. Casais modernos, atenção: limites que fazem a diferença. Gear Fit2: Um treino focado durante o outono/inverno. Segredos para garantir que seus tênis brancos estejam reluzentes! Conheça dicas essenciais para manter a hidratação dos cabelos tingidos!

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.