Política

Em Natal, cada candidato poderá gastar até R$ 5,49 milhões em campanha

Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou na quarta-feira (20) o limite de gastos dos candidatos com a campanha e a contratação de pessoal para as Eleições 2016 em todo o País .

Para a disputa à Prefeitura de Natal, o TSE autorizou o gasto máximo de R$ 5.490.293,93 aos candidatos na disputa do primeiro turno, e R$ 1.647.088,18 em uma possível disputa de segundo turno. Para os candidatos a um cargo na Câmara Municipal da cidade, o limite de gastos  não poderá ultrapassar os R$ 339.352,08.

De acordo com o TSE, entre as capitais, Natal terá a quarta campanha mais cara do nordeste, ficando atrás apenas de Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE). A nível Brasil, a capital potiguar figura na 15ª posição das campanhas mais caras.

A respeito da fixação dos limites de gastos, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, destaca que a Justiça Eleitoral e a sociedade terão importante papel na fiscalização da aplicação dos recursos eleitorais.

“Nós não dispomos de fiscais na Justiça Eleitoral para dar atenção a todos eles [gastos]. A própria sociedade terá que fiscalizar. E como a disputa é muito acirrada, já que as disputas em municípios são, às vezes, mais acirradas que as nacionais, então é provável que haja ânimo de violar a legislação, especialmente na ausência de uma fiscalização mais visível. Por isso, a própria comunidade terá que se incumbir dessa tarefa”, afirma.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.