Notícias

Cientistas desenvolvem exame de sangue capaz de detectar câncer de pulmão precocemente

Em novo estudo, o teste experimental foi mais de 90% preciso na detecção do câncer em seus estágios iniciais

Cientistas chineses dizem que estão no caminho certo para desenvolver o que seria um grande avanço na medicina: um exame de sangue que pode detectar os estágios iniciais da forma mais comum de câncer de pulmão. Em um novo estudo, eles mostraram evidências de que o teste foi mais de 90% preciso na identificação desses tumores em amostras colhidas de pacientes da vida real. No entanto, mais pesquisas, incluindo ensaios clínicos, serão necessárias antes que essa prova chegue ao público.

A detecção precoce do câncer é muitas vezes crucial para garantir que os pacientes tenham a melhor chance de sobrevivência. Embora existam muitas ferramentas de triagem disponíveis para muitos tipos de câncer, incluindo exames de sangue, os pacientes com câncer de pulmão nem sempre têm tanta sorte. Atualmente, a única forma de triagem considerada de algum valor para o câncer de pulmão é a tomografia computadorizada anual, mas ela é recomendada apenas para ex-fumantes ou atuais com mais de 50 anos de idade que têm um longo histórico de tabagismo.

Eles também são relativamente caros e podem ter uma alta taxa de falsos positivos, o que pode levar a cirurgias invasivas desnecessárias. Embora as taxas de incidência e mortalidade do câncer de pulmão tenham diminuído ao longo do tempo, ele continua sendo a principal causa de morte por câncer nos Estados Unidos e um dos cânceres mais comuns em todo o mundo.

Criar um teste não invasivo que pode detectar câncer de pulmão precocemente e é amplamente usado para triagem de grupos de alto risco é “uma necessidade urgente de melhorar a sobrevivência ao câncer de pulmão“, disse o autor do estudo L. Zhong, Y. Yin. E ele acredita que o trabalho de sua equipe pode um dia cumprir esse requisito.

O teste é chamado Lung Cancer Artificial Intelligence Detector, ou LCAID. Para desenvolvê-lo, a equipe primeiro sequenciou a genética de tumores de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas (NSCLC) em estágio inicial, que representa cerca de 80% dos casos de câncer de pulmão. A partir daí, eles conseguiram identificar nove tipos diferentes de moléculas lipídicas produzidas em maior quantidade por essas células cancerígenas que acabam no nosso plasma sanguíneo, que podem ser usadas como biomarcadores. Por fim, a equipe desenvolveu um algoritmo de inteligência artificial (IA) para otimizar a precisão do teste.

Em seu novo estudo, publicado na Science Translational Medicine, a equipe usou o teste em amostras de sangue de mais de 1.000 pacientes. A maioria dessas amostras veio de pacientes que já estavam sendo rastreados para câncer de pulmão por meio de tomografias computadorizadas anuais, mas algumas também vieram de pacientes que passaram por cirurgia torácica.

No geral, o teste foi considerado 90% sensível e 92% específico para detectar câncer de pulmão, em relação ao diagnóstico padrão, com a maioria dos casos sendo estágio 1. Um teste altamente sensível fornece relativamente poucos falsos negativos, enquanto um teste altamente específico tem menos falsos positivos. E embora o tabagismo seja um importante fator de risco para essa forma de câncer de pulmão, ele também pode afetar não fumantes, de modo que o teste pode ser útil para aqueles que não fumam, mas podem ter histórico familiar de câncer de pulmão ou outros fatores de risco.

Esta abordagem é não invasiva e precisa. Requer muito pouco sangue, 1 mililitro de sangue é suficiente”, disse Yin. “Ao integrar com tomografias de baixa dose ou outras ferramentas clínicas convencionais, é bastante possível alterar o padrão de detecção e monitoramento do câncer de pulmão.”

A abordagem subjacente da equipe de usar modelos de IA para detectar o padrão correto de biomarcadores também pode ajudar na detecção precoce de outros tipos de câncer. De fato, Yin e outros colegas publicaram anteriormente pesquisas sobre o desenvolvimento de testes semelhantes. Mas ele ressalta que os cânceres podem ser muito diferentes um do outro, portanto, encontrar o método de triagem correto e a melhor maneira de testar as pessoas para um câncer específico sempre levará tempo e esforço para explorar e descobrir.

Quanto a esses testes LCAID, Yin diz que serão necessárias mais pesquisas para confirmar seu potencial e prováveis ​​anos para concluir os ensaios clínicos, embora sua equipe esteja começando a preparar as bases para esses ensaios. E se continuar promissor, eles primeiro buscarão aprovação regulatória na China. No entanto, existem outras equipes trabalhando em seus próprios exames de sangue para câncer de pulmão, inclusive nos Estados Unidos.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Estudante de Jornalismo, conta com a experiência de ter atuado nas assessorias de comunicação do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e da Universidade Federal (UFRN). Trabalha com administração e redação em sites desde 2013 e, atualmente, também administra a página Dinastia Nerd. E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo
O legado de Robert Downey Jr no cinema Android 15: Expansão da Vida Útil Navegação Ecológica com Google Maps A Arte da Atuação e a Busca pela Perfeição Novo iPad Air Pode Herdar Tela Mini LED do iPad Pro Samsung Oferece Canais sem Custo. O Futuro do Cinema com Rebel Moon: Parte 3 “Tortured Poets Department” Conquista o Spotify Centrais multimídia em veículos: um motivo para preocupação. Por que a BYD está ganhando espaço no Brasil?

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.