Algumas curiosidades de Natal que você provavelmente não conhecia
Foto: Divulgação

Algumas curiosidades de Natal que você provavelmente não conhecia

Cidade do Sol e do Sal; Terra dos Santos Reis; Esquina do Continente; Capital Espacial do Brasil; Trampolim da Vitória ou simplesmente Natal: das dunas, do rio, do mar… São tantas as belezas e as curiosidades da capital potiguar, que em única matéria fica quase impossível listá-las por completo. Porém, o pessoal do Viver em Natal resolveu nos apresentar 17 curiosidades sobre a mais bela cidade do Nordeste.

Você sabia que Natal foi a primeira cidade a consumir chiclete no Brasil? Ou ainda que seu território pertenceu a França? Confira 17 curiosidades aqui:

1) Natal e o RN já foram território francês

Provavelmente você sabe da conquista portuguesa sobre os índios tupi e a conquista holandesa, esta última que transformou nossa cidade em Nova Amsterdã. No entanto, o que você pode desconhecer é que a foz do Rio Potengi, onde está Natal, foi por muito tempo ancoradouro francês. Isso mesmo! Os planos dos franceses eram, de acordo com as informações do mapa de Jacques de Vau de Clayde (“Le Brésil, 1579), a conquista do litoral da região Nordeste entre a foz do rio São Domingos (atual rio Paraíba) e o rio Acaraú (atual estado do Ceará). Natal era um ponto estratégico para o sucesso da missão.

E se você falasse francês no lugar de português? Bacana, não é?!!!

2) Natalenses foram os primeiros do Brasil a mastigar chicletes

Durante a Segunda Guerra Mundial, quando Natal se transformou em base americana, o produto passou a ser comercializado com o intuito de aliviar o estresse dos civis e dos soldados dos EUA. Foi no período pós-guerra que as vendas do chiclete dispararam.

3) Natal/RN tem o segundo melhor ponto de mergulho de alto mar do Brasil

Quando falamos em mergulho no Rio Grande do Norte, imediatamente pensamos em Maracajaú, Pirangi e agora em Perobas (município de Touros). No entanto, Natal além de ostentar o título de “Cidade do Sol” também possui o “Segundo melhor ponto de mergulho em mar aberto do Brasil!”, perdendo apenas para Fernando de Noronha. Suas águas cristalinas e riqueza na fauna e flora subaquática impressionam visitantes do mundo inteiro e continua praticamente desconhecida para os moradores locais. Saiba mais detalhes aqui!

4) Natal foi ponto de parada do escritor francês Saint-Exupéry

O aviador da Segunda Guerra (Saint-Exupéry) citou o pôr-do-sol da cidade no livro “Atlântico Sul” e o Baobá, árvore africana que tem três exemplares no Rio Grande do Norte, na sua mais famosa obra: “O Pequeno Príncipe”. O autor teria ficado impressionado com o fato de que eram necessários 15 homens para abraçar o tronco da árvore.

5) Natal foi o primeiro lugar no Brasil a usar óculos Ray-Ban

O modelo “Aviador” da Ray-Ban tornou-se um estilo bem conhecido de óculos de sol. Um dos momentos mais marcantes deste produto durante a Segunda Guerra Mundial foi quando soldados desciam com eles, chamando a atenção da população local. Os americanos passaram a dar de presente e também a vender seus modelos, uniforme e trazendo na cara os seus inconfundíveis Ray-Ban.

6) A população de Natal foi a primeira a consumir Coca-Cola na América do Sul

Em 1942 – com a chegada das tropas aliadas, veio de carona a quarta fábrica da Coca-Cola no mundo.

7) O esquibunda foi inventado em Natal

O esquibunda foi um esporte inventado em Natal. Para praticar é fácil: basta descer pelas dunas até cair no mar com a ajuda de uma prancha. A modalidade acabou proibida, e deu lugar ao aerobunda. Os praticantes descem por uma corda, passando por cima da areia, e caem no mar.

8) O mar do RN é o segundo mais salgado do mundo; perde apenas para o Mar Morto.

9) Natal recebeu o título de “Capital da corrida espacial do Brasil”

O Brasil entrou na corrida espacial em 1965, com a inauguração da base de lançamentos de foguetes da Barreira do Inferno, localizada no município de Parnamirim, litoral sul de Natal e pertencente a área da Grande Natal.

10) Possui o maior carnaval fora de época do Brasil: O Carnatal

A Cidade com o maior e melhor carnaval fora de época do Brasil, acontecendo sempre no começo do mês de dezembro e atraindo aproximadamente 1 milhão pessoas durante os quatro dias de festa.

11) O aeroporto e o porto mais próximos da Europa e da África

Se você pretende vir da Europa ou África para o Brasil, a maneira mais rápida é por Natal. O tempo de economia estimado se for por avião é de 45 minutos e por navegação, de 2,7 dias.

12) A posição geográfica de Natal foi classificada como “um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo” pelo Departamento de Guerra dos EUA

Em 1942, época da Segunda Guerra Mundial, a posição geográfica de Natal foi classificada como “um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo” pelo Departamento de Guerra dos EUA, junto com Suez, Gibraltar e Bósforo. Na época, as praias de Natal eram frequentadas somente por pescadores e a população ribeirinha. Os militares americanos tornaram algumas praias famosas, como a Praia dos Artistas, que recebeu esse nome por causa das muitas personalidades que eram vistas no lugar.

13) Água de coco foi usado como soro durante a Segunda Guerra Mundial por soldados brasileiros e americanos

O coqueiro, árvore constante nas praias de Natal, foi usado na Segunda Guerra Mundial fornecendo soro, porque a água de coco é rica em proteínas, sais minerais e vitaminas.

14) Natal é a “Capital Mundial do Buggy”

A cidade possui a maior frota de buggys do Brasil e do mundo. Passeios maravilhosos de buggy (com ou sem emoção) por dunas, praias e lagoas são uma das maiores atrações turísticas de Natal.

+ 10 lagoas paradisíacas do litoral potiguar que você precisa conhecer

15) O Parque das Dunas é o segundo maior parque urbano do Brasil

O Parque Estadual Dunas do Natal possui uma área de 1.172 hectares. Reconhecido pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como parte integrante da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica Brasileira, o Parque das Dunas é considerado o maior parque urbano sobre dunas do Brasil, exercendo fundamental importância para a qualidade de vida da população natalense, contribuindo tanto na recarga do lençol freático da cidade, quanto na purificação do ar. Seu ecossistema de dunas é rico e diversificado, abrigando uma fauna e flora de grande valor bioecológico, que inclui diversas espécies em processo de extinção.

16) Natal é a “Terra do Camarão”

Além das inúmeras belezas da “Noiva do Sol”, os visitantes de Natal saboreiam uma grande e rica variedade gastronômica. Aos apreciadores do camarão, a cidade possui uma ampla variedade de pratos de dar água na boca de qualquer pessoa. Camarão ao alho e óleo, aos quatro queijos, camarão na moranga (abóbora), ao catupiry, ao molho de ervas, misturado com tiras de carne de sol (chamado camarão aos fios de sol), entre outros.

17) Natal é a Terra do escritor e Professor Luis Câmara Cascudo (1898-1986)

O autor da celebre frase: “O melhor do Brasil é o brasileiro.” – considerado um dos maiores folcloristas nacionais.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: