Destaques, Economia

Selic em 5,5%: o que muda para o consumidor?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nessa quarta-feira (18) o corte da taxa Selic de 6% para 5,5% ano, sendo essa a menor taxa da história. A mudança gera impactos positivos e negativos, como o incentivo ao consumo e a queda da rentabilidade de grande parte dos investimentos. São eles: Revisão

Destaques, Economia

Redução da Selic para 6%: o que muda para o consumidor?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (31) o corte da Selic de 6,5% para 6% ao ano. A mudança gera impactos positivos e negativos, como o incentivo ao consumo e a queda da rentabilidade de grande parte dos investimentos. São eles: Revisão das dívidas – O consumidor que tem

Destaques, Dicas

Selic em 6,5%: o que muda para o consumidor?

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou nesta quarta-feira (21) o corte da Selic de 6,75% para 6,5% ano. Para população, pode se dizer que a mudança gera impactos positivos e negativos. “De um lado, há a possibilidade de rever juros de financiamentos e de outro, isso pode representar a queda da

Economia

Cortes na Selic podem ser interrompidos

O ciclo de cortes da taxa básica de juros, a Selic, pode ser interrompido na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, em março deste ano. De acordo com a ata da última reunião, divulgada nesta quinta-feira (15), o Copom afirma que “caso o cenário básico evolua conforme esperado, o comitê

Dicas

Títulos de renda fixa continuam mais rentáveis mesmo com queda da taxa Selic

Com a decisão da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de reduzir a taxa básica de juros (Selic) para 7,50% ao ano, alguns fundos de renda fixa acabaram perdendo a competitividade frente à poupança. As altas taxas de administração cobrada pelos bancos – entre 0,50% a.a e 3% a.a –, são