Xiaomi anuncia que seus smartphones vão deixar de ser tão baratos

A Xiaomi sempre foi caracterizada por preços muito acessíveis em seus produtos. Anteriormente, a empresa já havia informado que a margem de lucro de seus smartphones não ultrapassaria os 5%, algo que levantou questões sobre como ela iria trazer lucro para seus investidores – uma vez que a empresa está no mercado de ações.

Agora, o CEO da Xiaomi, Lei Jun, anunciou que os smartphones da Xiaomi poderiam ter seus preços aumentados num futuro próximo. Lei afirmou: “Na verdade, queremos nos livrar desta reputação que nossos telefones custam menos de 2.000 yuan (R$ 1.156,80). Queremos investir mais e fazer melhores produtos”.

Lei também revelou que esta poderia ser a última vez que os preços dos smartphones da empresa ficariam abaixo dos 3.000 yuan (R$ 1.735,20), aparentemente referindo-se à marca Mi. “No futuro, nossos telefones podem ficar mais caros, não muito, mas um pouco mais caros”, acrescentou.

Por enquanto, a Xiaomi parece estar levando essa ideia – de aumentar o preço, um pouco devagar. O Mi 9, que foi lançado em 20 de fevereiro, inclui três câmeras traseiras, um poderoso chip Qualcomm Snapdragon 855 e carregamento sem fio, mas o preço é extremamente mais baixo se compararmos com outros aparelhos com iguais especificações.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.