Voo Natal-Amsterdã irá injetar mais de R$ 56 milhões na economia do RN corendon

Diretores da empresa holandesa Corendon estiveram em Natal para uma audiência com a governadora do Estado, Fátima Bezerra; o prefeito de Natal, Álvaro Dias; representantes do setor turístico potiguar; e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio RN), representada pelo seu presidente Marcelo Queiroz.

O voo charter Natal – Amsterdã terá duas frequências semanais, trazendo 360 passageiros a cada sete dias; por mês serão cerca de 1,4 mil turistas e quase 8,5 mil ao longo dos seis meses de operação. Estima-se que os turistas devem movimentar cerca de R$ 56,6 milhões na economia potiguar ao longo dos seis meses de operação do voo, que começa em novembro deste ano e segue até abril de 2020.

“Segundo estudos do Instituto de Pesquisa da Fecomércio RN, cada turista internacional gasta, em média, R$ 343,47 por dia no Rio Grande do Norte. Mas este é o valor gasto pelo turista que nos visita hoje, em sua maioria oriundo da Argentina e de outros países da América Latina. Já no caso dos europeus que a Corendon levará, de acordo com dados da ABIH, o gasto médio diário, incluindo hospedagem, sobe para algo em torno de 190 Euros por turista (R$ 822). Isto quer dizer que ao longo dos seis meses de operação do voo, estes visitantes deixem aproximadamente R$ 56 milhões na economia potiguar”, afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz.

Em contrapartida para viabilizar o voo, a Corendon pediu um aporte de 300 mil dólares, que serão utilizados para a divulgação do destino de Natal nos mercados em que a companhia atua: Holanda, Bélgica e Oeste da Alemanha. O montante será repartido: 100 mil dólares da Prefeitura do Natal e 200 mil dólares do Governo do Estado, através do projeto Governo Cidadão.

“A participação financeira tanto da Prefeitura como do Governo do Estado para investimento em publicidade é o pontapé para essa operação, de atrair turistas europeus ao estado. Os visitantes, estando aqui, irão injetar recursos na nossa economia, com a arrecadação de tributos, gerando empregos diretos e indiretos, movimentando pelo menos os 52 segmentos da cadeia econômica do turismo”, comentou Queiroz.

Na reunião, os diretores da Corendon, Win Woelders e Sjoerd de Kot, disseram que a empresa vai arcar com 70% dos custos da campanha publicitária que será lançada na Europa no dia 6 de abril, cabendo os 30% restantes aos parceiros potiguares.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.