Avril Lavigne

(ANSA) – Se você é fã da cantora canadense Avril Lavigne, tome muito cuidado! Ela foi considerada pela empresa de cibersegurança McAfee a celebridade mais perigosa da internet em 2017.

Segundo uma pesquisa realizada pela empresa, em uma busca pela internet com o nome da cantora, as chances de cair em sites maliciosos que carregam vírus ou malwares são de 15%. No entanto, as chances de pegar vírus com o nome da cantora, aumentam para 22% se você procurar no Google “Avril Lavigne + free mp3”. Ou seja, um a cada cinco resultados leva a um malware.

De acordo com a equipe responsável pela pesquisa, um dos principais motivos pelos quais Avril Lavigne lidera este ranking é o fato da artista ser uma antiga usuária da internet, com perfis na rede antes mesmo da criação do Facebook. Um outro fator determinante é um albúm de Avril Lavigne que será lançado no final de 2017. Os golpistas prometem acesso às canções, em um golpe virtual.

Logo atrás de Avril Lavigne, está Bruno Mars, com cerca de 13,4% de seus conteúdos na internet direcionando seus usuários a vírus. Em terceiro, está a cantora Carly Rae Jepsen, com 13,1%.

A lista, no entanto, não se refere apenas a músicos. A pesquisa apontou que 40% dos links que levam a vírus incluem a expressão “free.mp3“. Supostos “Torrents gratuitos” (36%) e arquivos “.mp4 de graça” (24%) também estão entre os maiores problemas de malwares na internet.

Confira a lista dos 10 artistas mais perigosos

1 – Avril Lavigne (22%)

2 – Bruno Mars (13,4%)

3 – Carly Rae Jepsen (13,1%)

4 – Zayn Malik (13,0%)

5 – Celine Dion (12,9%)

6 – Calvin Harris (12,4%)

7 – Justin Bieber (12,3%)

8 – Diddy (12,3%)

9 – Katy Perry (12,2%)

10 – Beyoncé (12,0%)

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.