Economia

Empresas começam a deixar São Paulo devido a falta d’água

A crise hídrica em São Paulo, na qual vem afetando todos os reservatórios do Estado, está levando empresas a direcionarem seus investimentos a outros estados. Indústrias estão migrando para Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Nordeste, afim de reduzir o uso do mineral.

Empresas do ramo de bebidas, papel e celulose, inclusive, fizeram um planejamento a longo prazo, e, desde o ano passado, vêm se preparando para não sofrerem com os prejuízos da seca.

A Coca-Cola e a Ambev, por exemplo, começaram, a partir do segundo semestre de 2013, a investir cerca de R$2,4 bilhões em plantas de matérias primas no Paraná. Já a Ambev, está com novas instalações em Ponta Grossa, no estado do Paraná, e, de acordo com a prefeitura da cidade, foram investidos R$580 milhões.

Transferir parte dos investimentos para outros estados foi uma solução viável e encontrada por essas companhias para os custos provenientes do tratamento da água, já que, quanto mais baixos os níveis dos rios, mais dificuldades para retirar lama e sujeira.

Read More...

Esporte

Fifa anuncia investimentos de US$ 100 milhões no futebol do Brasil

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) anunciou nesta terça-feira (20) que investirá US$ 100 milhões no desenvolvimento do futebol no Brasil. Os recursos são do Fundo de Legado da Copa do Mundo de 2014 e serão direcionados para os 15 estados que não sediaram o mundial. A maior parte do montante (60%) será destinada para obras de infraestrutura e 30% para apoio de atletas em formação (categorias de base) e do futebol feminino.

O primeiro projeto contemplado pelo fundo foi um centro de treinamento em Belém (PA). Foram construídos quatro campos de futebol (três artificiais e um com grama natural) no Centro Esportivo da Juventude, próximo ao Estádio Olímpico. Rondônia e Tocantis serão os próximos estados a receberem projetos com os recursos.

A Fifa já negocia a compra de terrenos para construção de centros de treinamento nesses estados. Estão previstos, ainda, projetos para conscientização, prevenção de doenças e benefício de comunidades carentes.

A aplicação do dinheiro será gerida pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A Fifa, no entanto, participará dos processos de decisão dos projetos e acompanhará os investimentos. “No passado, seria possível usar os recursos sem aprovação da Fifa. Hoje, isto é impossível. Todo dinheiro repassado pela Fifa é submetido a regulamentações claras e acompanhado para ser usado da maneira correta”, destacou Jérôme Valcke, secretário-geral do órgão. Ele garantiu que a entidade tem mecanismos para controlar o uso dos recursos.

Secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luís Fernandes enfatizou a boa imagem passada pelo país com a organização do evento, além dos ganhos em infraestrutura, como melhoria dos aeroportos. “Na Copa do Mundo, o Brasil apresentou a imagem de um país eficiente, empreendedor, hospitaleiro e aberto. Isto é um legado que carregaremos daqui para frente e que potencializará os ganhos econômicos e sociais”.

Agência Brasil

Read More...

Brasil

Candidatos a vagas no ensino superior público podem consultar notas do Sisu

Os candidatos a uma vaga no ensino superior público podem consultar, desde a madrugada desta terça-feira (20), as notas de corte dos cursos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As notas estão disponíveis na página do sistema. Para acessá-las, basta clicar em pesquisar vagas e depois no curso desejado.

Os candidatos que já fizeram a inscrição têm acesso, no boletim pessoal, à classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos inscritos na mesma opção. Tanto a nota de corte quanto a classificação parcial servem como referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

A nota de corte é calculada uma vez por dia, com base nas notas dos candidatos inscritos até o momento. A próxima divulgação será nesta quarta-feira (21), a partir das 2h. A nota é a menor entre os potencialmente selecionados para cada curso de acordo com o número de vagas disponíveis. Os candidatos que desejarem poderão mudar de opção até o fim do prazo de inscrição, quinta-feira (22).

O Sisu seleciona candidatos para o ensino superior público com base na nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, são ofertadas 205.514 vagas em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de ensino superior. Para participar, é preciso ter feito o Enem 2014 e não ter tirado nota 0 na redação.

Read More...

Concurso Público

UFRN lança edital para concurso de nível técnico-administrativo

Saiu o Edital para concurso de cargos de nível técnico-administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ao todo, serão oferecidas 32 vagas imediatas e cadastro de reserva em técnico-administrativos em Educação. As oportunidades estão distribuídas por níveis de classificação: C (fundamental e médio), D (médio e médio/técnico) e E (superior), com remunerações de R$1.656,23, R$2.071,59 e R$3.491,95, respectivamente. As cargas de trabalho são de 20 ou 40 horas semanais.

Os interessados terão do dia 2 ao dia 23 de fevereiro para se inscrever no site da Comperve, organizador do concurso. As taxas são de R$40, R$60 e R$80. Inscritos no Cadastro único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) que forem membros de família de baixa renda podem solicitar isenção desse valor. Os pedidos deferidos serão divulgados no dia 24 de fevereiro. O concurso tem validade de um ano, prorrogável por mais um.

Há vagas reservadas no cadastro de cotas para negros e deficientes. A seleção será feita por meio de provas objetivas e discursivas aplicadas no dia 22 de março, no município de Natal (RN). As provas objetivas versarão sobre Língua Portuguesa, Legislação e conhecimentos específicos. Quem obtiver 60% de acertos estará aprovado na etapa e terá sua prova discursiva corrigida. O edital com as informações necessárias encontra-se anexado no site da Comperve, que você confere clicando aqui.

As vagas oferecidas são para auxiliar em administração (1); assistente de alunos (1); assistente de laboratórios (3); assistente em administração (3); técnico de laboratório/alimentos (2), de biologia (1), de edificações (1), de química (1), de meio ambiente (1), de tecnologia da informação (1) e de geologia (1); revisor de texto Braille (1); nutricionista (1); médico (1); estatístico (1); arquiteto (1); psicólogo (2); administrador (2); editor de publicações (1); biólogo (1); técnico em assuntos educacionais (2); e engenheiro (3).

Read More...

Economia

Ministério da Justiça multa redes varejistas em R$ 28 milhões por venda abusiva de seguros

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) da Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça (Senacon/MJ) multou as principais redes varejistas por práticas abusivas na venda de produtos. As empresas comercializaram itens conjuntamente com seguros e outros serviços adicionais sem que fossem solicitados pelo consumidor. Casas Bahia, Magazine Luiza e Ponto Frio (Globex) foram multadas em R$ 7.248.147,59. Ricardo Eletro, Lojas Insinuante e Fast Shop receberam multas de R$ 2.416.049,20.

As averiguações começaram em 2012, depois da denúncia de órgãos de defesa do consumidor contra as Casas Bahia por venda irregular do seguro garantia estendida, além do oferecimento de serviços adicionados, como planos odontológicos. Após consulta aos atendimentos dos Procons registrados no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), o DPDC ampliou a investigação para outras redes varejistas.

Durante as averiguações, ficou comprovada a prática abusiva das empresas em incluir na venda de produtos seguros de garantia estendida, seguros desemprego, seguros de vida, títulos de capitalização e até cupons para sorteios. Tudo sem o conhecimento do consumidor, desrespeitando direitos e garantias previstos no Código de Defesa do Consumidor (CDC).

De acordo com o diretor do DPDC, Amaury Oliva, é dever do fornecedor informar, esclarecer e orientar o consumidor sobre todos os produtos e serviços ofertados.

A aplicação das multas levou em consideração os critérios e a dosimetria prevista no CDC. Os valores devem ser depositados em favor do Fundo de Defesa de Direitos Difusos e serão aplicados em ações voltadas à proteção do meio ambiente, do patrimônio público e da defesa dos consumidores. As empresas têm até 30 dias para recolher o valor da multa sob pena de inscrição em dívida ativa e inclusão no cadastro de inadimplentes.

Read More...