Mundo

Barcelona se afasta de Ronaldinho Gaúcho por ele declarar apoio a Bolsonaro

(ANSA) – A direção do Barcelona decidiu reduzir as participações do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho como embaixador mundial do clube devido a seu apoio declarado ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

A informação é do jornal catalão “Sport”, que diz que o posicionamento do ex-craque “surpreendeu o clube”. Segundo o diário, as posições “extremas” de Bolsonaro são “antagônicas aos valores que não apenas o Barcelona encarna, mas também a sociedade em geral”.

“A homofobia, a misoginia e o racismo pregados por Jair Bolsonaro ao longo de mais de 30 anos de carreira política […] são inaceitáveis do ponto de vista azul-grená, já que o Barça é um dos clubes que mais se posicionaram internacionalmente em lado oposto ao de Bolsonaro”, diz o “Sport“.

O Barcelona não criticará abertamente a postura de Ronaldinho, mas “altas esferas” do clube decidiram “diminuir sua presença em atos institucionais”, como eventos de patrocinadores e amistosos de ex-craques. O mesmo deve acontecer com Rivaldo, que também apoia Bolsonaro, de acordo com o jornal catalão.

Ronaldinho declarou voto no candidato do PSL em 6 de outubro, um dia antes do primeiro turno das eleições, com uma foto no Instagram em que ele aparece de costas, vestindo uma camisa da seleção com o número 17.


Observação: o Portal N10 é totalmente contrário a qualquer fake news. Por tanto, se você leitor sentiu alguma dúvida sobre a veracidade da informação e quer conferir em outros canais de notícias, basta procurar no Google. Lá, vai ter como acompanhar na íntegra todos os canais que divulgaram o texto.

Read More...

Destaques, Política

Bolsonaro chega a 59% dos votos válidos e Haddad 41%, diz pesquisa Ibope

A nova pesquisa de intenção de votos do Ibope indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 59% das preferências contra 41% das menções a Fernando Haddad (PT), considerando apenas os votos válidos, não computando as respostas de votos em branco, nulo ou indeciso.

Levando em conta todas as respostas da pesquisa de opinião, Bolsonaro lidera com 52% das intenções de voto e Haddad tem 37% das preferências. Conforme o levantamento, 9% responderam estar dispostos a anular ou votar em branco, e 2% disseram não saber ou não quiseram responder.

Votos decididos

Além de perguntar aos entrevistados quem é seu candidato preferido, o Ibope procurou medir o potencial de voto de cada um dos concorrentes. Após citar o nome de cada um dos candidatos, os entrevistadores perguntaram se votariam em cada um dos candidatos “com certeza”, se “poderiam votar” ou “se não votariam de jeito nenhum”. Jair Bolsonaro é o candidato com mais votos declarados e convictos: 41% disseram que votariam nele “com certeza”. O percentual de voto “certo” em Haddad é de 28%.

Rejeição

Diferente dos resultados apurados pelo Ibope no primeiro turno, o índice de rejeição de Jair Bolsonaro é menor em comparação ao de Fernando Haddad. Trinta e cinco por cento não votariam de jeito nenhum no candidato do PSL, enquanto a rejeição do petista é de 47%.

O levantamento do Ibope ouviu 2.506 pessoas no sábado e domingo (13 e 14 de outubro). Assim como outras pesquisas de intenção de voto do instituto, a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A margem de confiança é de 95%.

A pesquisa do Ibope, contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo, foi registrada na semana passada na Justiça Eleitoral (BR-01112/2018). No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estão disponíveis o questionário do levantamento e os locais onde a pesquisa foi aplicada.

Read More...

Destaques, RN

RN-063: obra da estrada que liga Tabatinga à Barreta entra na sua fase final

O veraneio de 2019 nas praias do litoral sul contarão com uma grande surpresa: a nova estrada da RN-063, que liga as praias de Tabatinga à Barreta, em Nísia Floresta. As obras se encontram no seu estágio final e são um investimento de R$ 7 milhões do Governo Cidadão, que surgem do acordo de empréstimo com o Banco Mundial.

Dos 9km, apenas 800 metros de estrada faltam para serem finalizados e a expectativa de entrega é para o fim do ano de 2018. A revitalização do trecho Tabatinga-Barreta é fundamental para a infraestrutura turística das praias do litoral sul.

Em visita à obra, na manhã desta segunda-feira (15), o governador Robinson Faria pediu celeridade pois pretende entregar a nova estrada até dezembro. “O verão está chegando e teremos uma estrada nova, agora com calçadas para os turistas e veranistas se deslocarem com segurança. Nosso estado é um dos destinos mais procurados do país, e em dezembro estarei aqui inaugurando essa importante obra”, disse.

 obra da estrada que liga Tabatinga à Barreta entra na sua fase final

Foto: João Vital

“Estamos investindo em infraestrutura turística. Nesta RN por exemplo, não possuía calçadas, construímos calçadas nos dois lados da via. A sinalização da pista é outro ponto fundamental para segurança. Vamos entregar a via sinalizada”, explicou Vagner Araújo, secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão.

Também acompanharam a visita o Diretor do DER Jorge Faxe e a chefe da Casa Civil Tatiana Mendes.

SAIBA MAIS

Ao todo, com recursos do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, estão sendo construídas/revitalizadas oito estradas em todo o Rio Grande do Norte: a RN-063 em Nísia Floresta, a RN-307, em Genipabu, a RN-011, em Carnaubais, a RN-16, em Serra do Mel, a RN-015, em Baraúna, a RN-087, em Cerro Corá, a RN-118, em Caicó, e RN-160, em São Gonçalo do Amarante. O investimento total é de R$ 173,2 milhões.

“Essas estradas vêm para fomentar a economia do estado, aumentar a oferta de trabalho, desenvolver o interior do estado, movimentar o turismo e incentivar a produção da agricultura e agropecuária familiar”, diz em nota o governo.

Read More...

Educação

Financiamento e bolsa de estudo: 36,2% dos concluintes firmaram contratos para a graduação

Entre 467.627 concluintes do ensino superior que responderam ao questionário socioeconômico do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 36,2% afirmaram ter contratado bolsa de estudo e/ou financiamento ao longo da graduação. O percentual equivale a aproximadamente 169.281 pessoas. Entre os que não adotaram nenhuma das duas formas de pagamento, 155.720 fizeram cursos gratuitos e 142.626 estudaram em cursos pagos e arcaram com as mensalidades.

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi a única opção de pagamento adotada por quase metade dos 169.281 estudantes – mais precisamente, por 14,3% – o que representa a modalidade mais contratada. Em segundo lugar, aparecem as bolsas de estudo ofertadas pelas próprias instituições de ensino, com aproximadamente 11.850 pessoas (7%). Bolsas integrais do Programa Universidade para Todos (Prouni), que representam 6,2% das adesões, fecham as três principais modalidades.

Prouni parcial

O Prouni também oferta bolsas parciais de 50% na mensalidade para estudantes que têm renda familiar entre 1,5 e três salários mínimos por pessoa. Entre os respondentes do Questionário do Estudante do Enade, 5.611 pessoas (1,2%) contrataram apenas o Prouni parcial. Por outro lado, 3.273 estudantes (0,7%) optaram por complementar o pagamento da mensalidade com o Fies, mesmo já utilizando a bolsa parcial do Prouni.

Bolsa de estudo

Ao desconsiderar os programas de governo, as bolsas de estudo oferecidas por empresas, Organizações não-Governamentais e demais entidades viabilizaram 2,1% das graduações – cerca de 9.820 estudantes. “Procurei oportunidades mais viáveis financeiramente para começar a faculdade. Escolhi contratar bolsa de estudo e consegui mais de 50% de desconto”, destaca a Ayana Silva Lima.

Por estudar em curso da modalidade Educação a Distância, a aluna de Ciências Contábeis também considera o tempo um fator importante diante da rotina que leva. “Não precisar me deslocar todos os dias, me dá a possibilidade de estudar e conciliar as demais atividades com o trabalho”, avalia.

Entre as entidades que ofertam bolsa de estudo, o Educa Mais Brasil disponibiliza cursos de graduação com até 70% de desconto. Só no último semestre, foram ofertadas cerca de 240 mil oportunidades para o ensino superior, em todas as regiões do país. Com a bolsa, o abatimento incide diretamente na mensalidade do curso e, caso o contratante tenha realizado todos os devidos pagamentos, não acumula dívidas ao término da graduação. Diferentemente dos programas como o Prouni e o Fies, não é necessário comprovar renda para contratar o benefício.

Outras modalidades de incentivo

O relatório também apresentou dados sobre outras modalidades de incentivo ao ensino superior: bolsas oferecidas por governo estadual, distrital ou municipal, que representaram 2,9% das contratações; financiamento oferecido pela própria instituição (1,3%); financiamento bancário (0,5%).

Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última semana, quando houve a apresentação dos resultados do Enade 2017. No ano passado, estiveram presentes no exame 450.995 graduandos de 10.570 cursos superiores: 10.054 presenciais e 516 EAD (educação a distância).

Read More...

Mundo

Estado Islâmico sequestra 130 famílias em campo de refugiados

(ANSA) – O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) sequestrou pelo menos 130 famílias de um campo de refugiados na Síria, informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (Sohr, na sigla em inglês). O episódio ocorreu na última sexta-feira (12), quando os terroristas invadiram uma zona de deslocados na província síria de Deir al Zour, onde as milícias curdo-sírias lutam contra os extremistas. De lá, os reféns foram transferidos para uma área a leste do rio Eufrates.

A Sohr informou que “a maioria” dos sequestrados é mulheres sírias e estrangeiras. Além delas, ainda há filhos de jihadistas e pelo menos 23 combatentes das Forças Democráticas da Síria (SDF), uma organização rebelde liderada por curdos, como reféns.

No último dia 25 de julho, o Estado Islâmico já havia sequestrado cerca de 27 pessoas, incluindo 16 crianças, que continuam sob custódia. O novo ataque contra o campo humanitário acontece no momento em que as milícias do governo tentam retomar o controle das áreas dominadas pelo EI.

Read More...