Ebserh UFRN

O pedido oficial, à Prefeitura do Natal, para cessão do terreno na Zona Norte para a construção e ampliação da Maternidade Escola Januário Cicco, foi o tema da reunião entre a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Maria Paiva Cruz, e o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber de Melo Morais.

Na ocasião do encontro, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (6), ambos gestores destacaram que a intenção é beneficiar a Zona Norte da capital, em uma perspectiva de que a UFRN e a Empresa passem a oferecer serviços diretamente na região, uma das mais populosas do Estado.

Com a expectativa de oferecer inicialmente 220 leitos à população, a reitora destacou que o número leva em consideração uma avaliação feita na região, “uma das que mais cresce em Natal e que propiciará uma inserção social da Universidade cada vez mais forte em um espaço onde não temos atuação”. O presidente da Ebserh corroborou com a afirmação, acrescentando que o benefício pode ser vislumbrado pelos serviços que serão oferecidos.

“A unidade comportará atendimento de prevenção ao câncer, obstetrícia, neonatologia, com UTI Materna e NeoNatal”, destacou. A chefe da Divisão Médica da Januário Cicco, Sônia Maria de Medeiros Barreto, acrescentou que cirurgias ginecológicas, que apenas a Maternidade proporciona no estado, também serão oferecidas na unidade da Zona Norte.

A reunião também contou com a presença do vice-reitor, José Daniel Diniz Melo, e do assessor para Gestão dos Hospitais Universitários da UFRN, Juarez Ferreira. Ao final, a reitora encaminhou ofício ao prefeito da Cidade de Natal, Carlos Eduardo Alves, solicitando a cessão do espaço.

Para mais notícias do Rio Grande do Norte, clique aqui!

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.