UFRN oferece novos cursos de mestrado

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação do Ministério da Educação (MEC), aprovou a criação do mestrado acadêmico em Engenharia Têxtil e de dois mestrados profissionais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN): Inovação em Tecnologias Educacionais e Gestão e Inovação em Saúde. Os editais de seleção dos novos cursos serão lançados em breve para início das aulas no período 2017.1.

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Têxtil, vinculado ao Centro de Tecnologia (CT) da UFRN, é o primeiro no Brasil dedicado a essa área. De acordo com o pró-reitor de Pós-Graduação da UFRN, Rubens Maribondo, a conquista é fruto do planejamento estratégico da universidade, que encaminhou docentes para cursar doutorado em Engenharia Têxtil no exterior e contratou novos professores com formação específica e perfil adequado para atuar na pós-graduação.

“Com a criação do PPGTEXTIL, a UFRN passa a ofertar curso de pós-graduação stricto sensu em praticamente todas as áreas da Engenharia nas quais dispõe de graduação”, destaca.

Os mestrados profissionais, por sua vez, são voltados para “a capacitação de profissionais, nas mais diversas áreas do conhecimento, mediante estudo de técnicas, processos ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho”, segundo a Capes.

Os novos Programas de Pós-Graduação em Tecnologias Educacionais e Gestão e Inovação em Saúde são vinculados, respectivamente, ao Instituto Metrópole Digital (IMD) e ao Centro de Ciências da Saúde (CCS) da UFRN. Ambos têm como objetivo gerar capital intelectual, produtos e processos capazes de propor inovação em suas distintas áreas do conhecimento.

Com a aprovação destes cursos, a UFRN passa a oferecer 88 programas de pós-graduação, 84 cursos de mestrado (entre acadêmico e profissional) e 41 de doutorado.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!