Educação

UFRN é a universidade mais empreendedora das regiões Norte e Nordeste

ufrn
Reitoria da UFRN (Foto: Divulgação)

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a universidade mais empreendedora das regiões Norte e Nordeste. O resultado foi divulgado em sessão solene na Câmara dos Deputados, em Brasília, durante a apresentação do Ranking de Universidades Empreendedoras 2019. No país, a UFRN alcançou a 11º colocação, a frente de universidades tradicionais, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (12º) e Universidade Federal do Triângulo Mineiro (32º).

Realizado pela Brasil Júnior, Confederação das Empresas Juniores Brasileiras, o índice enumera as universidades mais empreendedoras do país e busca compreender quais práticas incentivam a inovação nas instituições de ensino superior, utilizando como critérios a inovação, extensão, cultura empreendedora, capital financeiro, infraestrutura e internacionalização. Nesta terceira edição, foram classificadas 123 universidades de todos os estados brasileiros. A equipe realizadora define “uma universidade empreendedora como uma comunidade acadêmica inserida em um ecossistema favorável e que desenvolva a sociedade por meio de práticas inovadoras”.

Em 2019, a UFRN alcançou números proeminentes para a realidade do Nordeste, o que a situou em 13º no país no número de patentes pedidas, de acordo com o Ranking Universitário da Folha (RUF) divulgado no início deste mês de outubro. Além disso, com 18 cartas-patentes concedidas, a UFRN está a frente de universidades com IGC similares ao seu, como Universidade Federal do Ceará, Universidade Federal de Pernambuco e Universidade Federal da Bahia. “Os resultados são fruto do esforço institucional de aproximação da Universidade com o setor produtivo e consequente aproveitamento das tecnologias e do conhecimento gerados aqui dentro da academia pelas empresas, o que acreditamos que impacta diretamente no desenvolvimento da nossa região”, colocou o diretor da Agência de Inovação da UFRN, Daniel Pontes.

Ele pontuou que a própria criação da unidade, datada de junho de 2019, é fruto deste esforço. Embora já existisse desde 2007 inicialmente sob a nomenclatura de Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) e vinculada à Pró-Reitoria de Pesquisa, a unidade passou por uma reestruturação que a transformou em unidade suplementar. Assim, acresceu suas atribuições, dentre as quais a gestão da propriedade intelectual, transferência de tecnologia e dos ambientes promotores de inovação na UFRN, acompanhando e estimulando, por exemplo, as atividades das incubadoras da Universidade, bem como, as atividades dos parques e polos tecnológicos.

Números da inovação da UFRN

-237 pedidos de patente

-18 patentes concedidas

-Softwares: 177 registrados

-Marcas: 58 registradas

-Incubadoras: 5

-Gestora do primeiro e único parque tecnológico do Estado

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.