UERN marca retorno das aulas para 8 de setembro

agosto 14, 2020 0 Por Rafael Nicácio
UERN marca retorno das aulas para 8 de setembro

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Consepe/UERN) aprovou o calendário acadêmico referente ao ano letivo 2020 do Ensino de Graduação, suspenso desde 31 de março, devido à pandemia de Covid-19.

A Pró-reitoria de Ensino de Graduação (PROEG) elaborou duas propostas para apreciação do Conselho. A relatora do processo foi a conselheira professora Ana Dantas. O processo contou ainda com voto vista do conselheiro professor Gutemberg Dias. A reunião foi presidida pelo Reitor Pedro Fernandes.

De acordo com o documento aprovado pelo Consepe, o início do ano letivo 2020 da UERN será realizado com a utilização do ensino remoto em caráter excepcional. O início do semestre 2020.1 se dará no dia 31 de agosto, com o Planejamento, e no dia 8 de setembro, têm início as aulas de forma remota.

No semestre letivo 2020.1, não será realizado desligamento de estudantes por abandono de curso ou por decurso de prazo máximo para conclusão do curso. Em caráter excepcional, será permitido o trancamento do curso ou de componentes curriculares por parte dos estudantes, inclusive para ingressantes do primeiro período, até 75% do semestre 2020.1.

Os componentes curriculares de natureza prática ou que possuam uma parte prática poderão ser adaptados ao formato remoto, desde que sejam aprovados pelo NDE do curso e pela plenária do Departamento Acadêmico. Caso as atividades não possam ser realizadas integralmente de forma remota, poderão ser realizadas presencialmente, devendo a Universidade assegurar as condições de biossegurança, atentando para as recomendações das autoridades sanitárias.

Para viabilizar o ensino remoto a todos os estudantes da Instituição, a Universidade deu início a estratégias de inclusão digital para alunos em condições de vulnerabilidade social, bem como professores e servidores técnicos, como o auxílio inclusão digital, cursos de capacitação voltados para os mais diferentes públicos, entre outros. A vice-reitora Fátima Raquel Morais, que estava à frente da Instituição quando houve a suspensão das atividades na UERN, avaliou a aprovação do calendário remoto.

“Desde o início da pandemia, a UERN tem se preocupado cotidianamente com a nossa comunidade e com a sociedade, tanto é que em 15 de março publicamos uma portaria suspendendo as atividades acadêmicas e administrativas presenciais, na perspectiva de não ser instrumento da disseminação do vírus em nossa região. Ao longo desse tempo, perseguimos estratégias para o retorno das atividades, especialmente acadêmicas. Neste momento, entendendo que já temos maturidade, aprovamos a retomada do nosso calendário universitário de modo remoto”, afirmou.

A Resolução, com todas as orientações para o semestre letivo será publicada no Jornal Oficial da Fuern (JOUERN).