Era praticamente o único negócio que a Uber não dispunha no que diz respeito ao transporte. E tendo em conta que os serviços de metrô e ônibus são setores complicados para gerenciar, a empresa decidiu correr para o negócio de aluguel de bicicletas compartilhadas nas grandes cidades. A comida, o carro elétrico e autônomo, os futuros modelos aéreos, as ambulâncias e, claro, o substituto do táxi já estavam contemplados.

No momento, elas só estarão operando em São Francisco, na Califórnia. Após um acordo com a JUMP, a Uber colocará em circulação cerca de 250 bicicletas elétricas. Dentro de alguns meses, haverá outras 250 operando principalmente nas áreas próximas ao cais da cidade.

A Uber Bike será integrada no próprio sistema do veículo. Trabalhando da mesma forma que qualquer serviço de transporte, elas podem ser reservadas por um curto período de tempo enquanto o usuário se desloca para onde indica o GPS.

Sua vantagem? Tradicionalmente, diferentes empresas de aluguel de bicicletas possuem modelos sem motor. Ou seja, sem sistemas elétricos que possam ser adaptados a áreas com encostas íngremes. Por outro lado, as poucas empresas que oferecem esses serviços têm preços acima da média, como é o caso do BiciMad em Madri.

Como usar a Uber Bike

Basta tocar na opção “bicicleta” no menu do aplicativo localizado no canto superior esquerdo da tela inicial. A partir daí, você poderá ver as bicicletas JUMP disponíveis perto de você e reservar uma.

Uma vez que o passeio estiver completo, você poderá “bloquear” a bicicleta e deixá-la em um local público que será mostrado no mapa do aplicativo.

Interessante, não acha?

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.