Mundo

Turquia abate caça russo na fronteira com a Síria

caça-f16

(ANSA) – A Turquia confirmou o abatimento de um caça russo nesta terça-feira, dia 24, alegando que a aeronave invadiu o espaço aéreo turco e ignorou repetidos alertas. Segundo nota das Forças de Segurança turcas, o avião invadiu o espaço aéreo na região da cidade de Yaylidag, na província de Hatay.

O diretor do Observatório Sírio de Direitos Humanos, Rami Abdurrahman, disse que foram feitos dez alertas no espaço de cinco minutos, antes que a aeronave fosse atingida e colidisse contra montanhas em Latakia, já em território da Síria. A aeronave foi abatida por caças F-16.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Moscou nega que o avião tenha cruzado a fronteira entre Síria, onde lança ações contra rebeldes, e a Turquia. “Durante o voo, o avião permaneceu todo o tempo sobre o território da Síria, como ficou registrado nos radares”, informou o Ministério da Defesa da Rússia. Em comunicado oficial, o Ministério russo disse que a situação está sendo investigada e que os tripulantes teriam deixado a aeronave em pára-quedas, mas destacou que ainda não foi possível se comunicar com eles.

Desde que a Rússia deu início a uma incursão militar na Síria, de quem são aliados, no final de setembro para atacar rebeldes contrários ao regime de Bashar al-Assad (entre eles os jihadistas do Estado Islâmico, EI), a Turquia reclamou diversas vezes de invasão. No mês passado, um drone de origem não identificado chegou a ser abatido.

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, disse que irá se consultar com a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e as Nações Unidas (ONU) sobre a situação na fronteira com a Síria. O ministro de Relações Exteriores da Rússia, Seguei Lavrov, visitará Ancara amanhã para debater a situação em visita que já havia sido programada anteriormente.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.