Mundo

Contra terrorismo, Trump quer falar com Bill Gates para ‘fechar’ internet nos EUA

Donald-Trump
Foto: Divulgação / Wikimedia Commons

(ANSA) – Em mais uma declaração polêmica, o pré-candidato republicano à Casa Branca Donald Trump disse que os Estados Unidos deveriam “fechar” o acesso à internet e às redes sociais para evitar a difusão de mensagens extremistas de terrorismo. Trump disse, em um comício na Carolina do Sul, que gostaria de se encontrar com Bill Gates para discutir sua ideia. “Estamos perdendo diversas pessoas por causa da internet.

Devemos fazer alguma coisa, como falar com Bill Gates, que realmente entende o que está acontecendo. Talvez seja necessário ‘fechar’ a internet de alguma maneira”, comentou. “Alguns dirão que violará a liberdade de imprensa, mas esse povo é tolo”, ressaltou o magnata.

Trump já havia se envolvido em outra polêmica ao pedir, ontem, que seja vetada a entrada de muçulmanos nos Estados Unidos. “Caso nenhuma medida seja adotada, haverá outros ataques terroristas na América como o de 11 de Setembro. Veremos muitos, muitos outros World Trade Center”.

O coordenador de campanha de Trump, Corey Lewandowski, disse que a proposta se aplica a “todo mundo”, considerando tanto os muçulmanos que pedem visto de turista quanto os imigrantes.

O também pré-candidato republicano Ben Carson não comentou a sugestão do rival, mas anunciou hoje (8) que fará uma viagem de “política externa” à África, passando por Nigéria, Quênia e Zâmbia no fim deste mês. Diversos países da África e do Oriente Médio sofrem atualmente com o avanço de grupos terroristas como o Estado Islâmico (EI, ex-Isis). A organização é uma das mais presentes nas redes sociais e costuma usar a web para recrutar jihadistas, promover propaganda terrorista e organizar ataques.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.