Mundo

Tribunal da Espanha ordena reabertura de ‘Caso Neymar’

Neymar
Foto: Reprodução/sportv.com

(ANSA) – A Audiência Nacional, a máxima instância da justiça da Espanha, ordenou nesta sexta-feira (23) a reabertura do chamado “Caso Neymar”, que envolve a venda do atacante do Santos para o Barcelona.

Por isso, a entidade pede que o jogador, seu pai, o então presidente do clube catalão, Sandro Rosell, e o Santos sentem no banco dos réus para responder aos crimes de corrupção e evasão fiscal. De acordo com a decisão, a venda do jogador pelo valor declarado “causou uma alteração no livre mercado do futebol”.

O “engano” no valor de venda ainda “impediu que Neymar fosse vendido conforme as regras da livre concorrência” e prejudicou o reclamante, a empresa DIS, que tinha adquirido 40% dos direitos do jogador.

Com a decisão da Audiência Nacional, o veredicto dado pelo juiz José de la Mata foi revogado. Em julho, o magistrado afirmou que não houve problemas para o mercado do futebol com a venda de Neymar e que os contratos assinados pelo atleta com a DIS não tinham problemas que pudessem causar um processos judicial. De la Mata apenas reconheceu que o fato tinha “problemas éticos”, mas não penais.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.