Ciência, Destaques

Trabalhar em local pouco iluminado afeta desempenho do seu cérebro

trabalhar em um ambiente escuro pode causar danos ao seu cérebro
Foto: Fill / Pixabay

O cérebro humano é um órgão complexo que os cientistas ainda não conseguiram entender completamente. No entanto, pouco a pouco eles vem descobrindo como fatores externos influenciam seu funcionamento ou até mesmo o desenvolvimento de habilidades.

Você trabalha ou estuda em um lugar escuro? Uma investigação científica descobriu que trabalhar em um ambiente de pouca luz afeta negativamente o cérebro humano tanto a curto como a longo prazo. Neste artigo, iremos mostrar o que deve ser feito para que isso não ocorra com você.

O efeito perturbador da falta de luz no cérebro

O corpo humano trabalha através do chamado ritmo circadiano que, de acordo com a hora do dia, libera hormônios e neurotransmissores para realizar diferentes tarefas. A luz solar é responsável por dizer ao corpo que horas são.

ritmo circadiano cerebro ambiente iluminado

Foto: Lukas Bieri / Pixabay

Então, a presença ou ausência de luz afeta o cérebro. Nesse sentido, um estudo realizado por cientistas norte-americanos revelou como a falta de luz nos locais onde trabalhamos gera efeitos negativos em uma área específica do cérebro.

Através de experimentos em ratos, pesquisadores da Michigan State University descobriram que trabalhar em ambientes pouco iluminados causa danos ao setor cerebral responsável por tarefas relacionadas à memória e à comunicação neuronal .

Os cientistas expuseram um grupo de ratos a um ambiente de pouca luz, semelhante ao do inverno, e outro à luz intensa, como a primavera e o verão, durante o dia por um período de quatro semanas. Após a conclusão, eles realizaram testes nos quais os roedores deveriam usar suas capacidades de memória e orientação espacial.

Os ratos expostos a uma luz fraca que imitava espaços mal iluminados mostraram um desempenho muito mais baixo do que os outros que estavam em espaços com boa iluminação. Os pesquisadores descobriram que aqueles ratos que permaneceram num local escuro sofreram danos em uma área chave do cérebro.

célula do cérebro

Foto: Pixabay

Com isso, os cientistas concluíram que os animais perderam 30% das capacidades do hipocampo, uma área do cérebro fortemente envolvida nos processos de aprendizagem e memória. Eles também mostraram uma diminuição no chamado fator neurotrófico e espinhas dendríticas, chave nas conexões entre os neurônios e a capacidade de se comunicarem uns com os outros e trabalharem juntos.

O efeito seria semelhante em humanos que passam o dia em ambientes fechados sem iluminação adequada, como um escritório escuro. “Quanto menor a quantidade de luz, menos conexões neuronais são formadas. Assim, diminui a aprendizagem e a capacidade e desempenho da memória”, explica Lily Yan, uma das responsáveis ​​pelo estudo.

Se você acha que é uma vítima desse efeito causado pela falta de luz no cérebro, não deve ter medo, porque o dano no hipocampo é reversível. Os mesmos ratos expostos à luz fraca recuperaram suas habilidades após um mês em espaços suficientemente iluminados.

Este é um estudo interessante sobre os efeitos da falta de luz no cérebro que mostrou a importância de ter boa iluminação em escritórios e salas onde as pessoas realizam trabalhos e atividades produtivas.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.