Famosos

Vereador ofende Paulo Gustavo em discurso sobre Dia das Mães: “Porcaria”

Fala aconteceu um dia antes da morte do humorista

Paulo Gustavo foi vítima de uma série de ofensas um dia antes de sua morte, que aconteceu na última terça-feira (04). O vereador Donaldo Seling (Cidadania) da cidade de Maripá, no Paraná, usou o humorista para atacar casais LGBT que tem filhos. O assunto era o Dia das Mães.

“Aí você vê uma notícia: o ator Gustavo -Gustavo é homem, né?- internado com Covid, e seu marido torcendo pela melhora dele. Nós estamos tendo um desentendimento, na minha opinião. Essa coisa moderna não serve para mim”, disse o vereador. Em seguida, disparou: “Nós não podemos perder o que há no coração de uma mãe, o que a há de mais bonito numa família unida. Pai e mãe, não marido com marido, ou ‘marida’, não sei como se fala essa porcaria, de tanto que odeio isso”.

Ademais, os ataques a Paulo Gustavo começaram após a mensagem de uma vereadora, que dizia: “Parabéns às mães e aos pais que são mães”. Ela fez referência ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo (09). Vale lembrar que o humorista era pai de dois meninos, Gael e Romeu, ao lado do marido Thales Bretas.

“[Tem] o marido e o outro é marido também, nós não podemos pregar esse tipo de coisa. Tem que saber quem que seria a mulher dos dois, para poder agradecê-lo [parabenizá-lo] no Dia dos Pais”, disse Seling. “Eu sou da época que homem é homem, mulher é mulher. Feliz Dia das Mães que são mães”, encerrou Donaldo Seling. Confira a fala abaixo.

Morte de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu na noite desta terça-feira (04/05) aos 42 anos de idade. O humorista estava internado desde o dia 13 de março e enfrentou a doença por 53 dias.

Ademais, Paulo Gustavo teve piora no estado de saúde no último domingo (02) após sofrer embolia pulmonar e lesões no cérebro. Antes disso, ele tinha quadro de melhora e até mesmo interagiu com os médicos e os marido Thales Bretas no dia da piora.

Porém, ainda nesta terça, um novo boletim de saúde informou que ele tinha quadro se saúde irreversível, mas ainda tinha sinais vitais. E, por volta das 21h12, o artista faleceu.

Paulo Gustavo deixa o marido Thales Bretas, os filhos ainda pequenos Gael e Rome. Além disso, o pai, Júlio Marcos, da irmã, Juliana Amaral, e da mãe, Déa Lúcia Amaral, que inspirou a criação de Dona Hermínia.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo