Notícias

Valdemiro Santiago pode perder bens por dívida de R$ 900 mil com repórter

Valdemiro Santiago teve sua condenação decretada pela justiça e deve pagar uma indenização ao repórter do SBT Everton Di Souza, conhecido como Fofoquito. O valor da ação inicial, movida há onze anos, é de R$ 820 mil. Hoje, com os juros e correções monetárias, chega aos R$ 900 mil. A dívida é em face da W.S. Music, gravadora que é de propriedade do apóstolo. Até o momento, o religioso quitou apenas 30% do que deve.

O processo movido contra Valdemiro Santiago pelo funcionário do SBT refere-se ao não pagamento dos direitos autorais de uma música e pela direção e produção de um documentário biográfico do líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, lançado em DVD em 2011. A sentença foi prolatada em 2019 e está em execução. Em 2022, foi determinado que Valdemiro Santiago fizesse o pagamento.

Valdemiro Santiago e Everton Di Souza, o Fofoquito; pastor não quita dívida com repórter do SBT (REPRODUÇÃO/YOUTUBE E SBT)
Valdemiro Santiago e Everton Di Souza, o Fofoquito; pastor não quita dívida com repórter do SBT (REPRODUÇÃO/YOUTUBE E SBT)

Valdemiro Santiago e a Banda Mundial, representada pelo empresário Jair Passos, arrastaram o pagamento sentenciado pelo juiz Guilherme Rocha Oliva por conta do fim do prazo de um recurso. O advogado de Fofoquito afirma à reportagem que, caso a dívida não seja quitada até o fim do ano, a Justiça determinará a penhora de bens com o valor corrigido.

Detalhes sobre dívida de Valdemiro Santiago

As informações são de que quanto mais Valdemiro Santiago demora para a quitar a dívida, mais ela cresce. “Considerando os juros de 2011 e correção monetária até dezembro de 2023, o valor a ser pago alcança aproximadamente 900 mil reais. Ele pagou os 30% em setembro de 2022”, afirmou o advogado.

“Todas as oportunidades de pagamento de pagamento já foram outorgadas. Caso não realize o pagamento até o final do ano, vamos realizar a penhora de bens e valores das fazendas de gado em nome da Gravadora WS MUSIC existentes em existentes em Mato Grosso”, acrescenta o representante de Fofoquito. A briga judicial começou em 2011, quando o humorista abriu um processo acusando o religioso e sua gravadora de não pagar os direitos autorais referentes à música Deus Me Ajude, atribuída a Jairo Passos.

O valor foi calculado em cima das 100 mil cópias vendidas do disco Deus Cuidará. O repórter do SBT também acusava Valdemiro Santiago de não pagar por seu trabalho na elaboração do documentário De Menino Pobre a Apóstolo de Deus, que narra a trajetória do religioso. Ele alegou ter sido responsável pela produção artística, divulgação e fotos da obra.

Quer receber as notícias das principais novelas no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.Receba também as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp. Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Caroline Gouveia

Caroline Gouveia Fortino 22 anos, formada em Jornalismo pela Faculdade das Américas (FAM). Redatora e produtora de conteúdo dos portais N10 notícias e Todo Canal, com experiências no Notícias da TV e Metropoles na coluna do Leo Dias.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.