Televisão

SBT tem clima de medo e mistério após roubo de carro e motorista desaparecido

Funcionário apareceu 24 horas depois de sumiço

Um motorista do SBT desapareceu na última sexta-feira (28) com um carro da emissora, em São Paulo. Ademais, ele estava a serviço para o programa “Te Devo Essa” e saiu para deixar um produtor em casa por volta de 21h. Contudo, após isso, não apareceu mais.

O carro, um ônix prata, foi detectado pela última vez por uma câmera inteligente na Avenida 23 de Maio. Isso aconteceu por volta da 1h20, pouco tempo após o desaparecimento. Contudo, o funcionário, que não teve o nome revelado, apareceu na noite do sábado (29). Ele estava desnorteado e não sabia o que aconteceu. Assim, foi levantada a suspeita que ele foi vítima de um “boa noite cinderela”, golpe que deixa a vítima sedada e sem sentidos.

Ademais, segundo apurou o site NaTelinha, o motorista fez um boletim de ocorrência e não voltou ao trabalho. Já no SBT, os funcionários estão com medo de uma possível invasão de criminosos da sede. Isso porque, se a placa foi clonada, criminosos podem conseguir ter acesso ao local. O veículo ainda não foi encontrado. Por fim, o SBT não se manifestou sobre o assunto.

Além do roubo no SBT, leia mais: Datena critica protestos contra Bolsonaro

José Luiz Datena deu sua opinião durante o “Brasil Urgente” desta segunda-feira (31) sobre as manifestações realizadas no último sábado (29) contra o presidente Jair Bolsonaro pelo Brasil. A fala foi dada após ele noticiar a decisão do Brasil em sediar a próxima Copa América.

O jornalista condenou as manifestações pelo fato da pandemia seguir descontrolada. “É complicado! Eu não quero tirar o princípio democrático das pessoas em declarar em quem vão voltar, mas não é o momento. Na outra semana teve a passeata do Bolsonaro, nessa contra o Bolsonaro. Está tendo aglomeração. Vamos manter o princípio democrático a favor e contra Bolsonaro”, disse o apresentador.

Em seguida, Datena falou sobre casos de abuso de poder de policiais. “Mas há democracia na porrada? Gás de pimenta não combina, não tem cabimento uma coisa dessa. Além de gente morrendo com bala, do coração, de coronavírus, de fome e a gente ainda vai tornar a situação pior. E esses caras falando que não estão em campanha para Presidência, senado…”, acrescentou o jornalista.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo