Televisão

Ratinho se revolta e expulsa funcionário após ter sapato cortado: “Você vai pagar”

Apresentador teve sapato estragado por Santos

Ratinho teve mais um momento de raiva durante seu programa no SBT na última quinta-feira (27). Durante o “Jornal Rational“, Santos, integrante da atração, aprontou mais uma e cortou o sapato do patrão no palco.

Ademais, tudo começou quando o humorista chamou o patrão para um experimento. “Já aconteceu do senhor ter dor no pé?”, perguntou Santos. Ratinho então comentou que sente dor na ponta do pé. Ele então tirou o sapato do apresentador e colocou embaixo de um pano.

Então, o funcionário disse ter uma solução. “As dicas do meu pai, eu perguntei: “Pai, o que fazer quando a gente sente dor no pé?” Ele falou assim”: “Às vezes, as festas que você vai é tarde, e você tem que ficar lá fazendo média… Então, nós, que somos artistas, nós passamos por isso, mas seus problemas acabaram”.

Após isso, Santos tirou o sapato debaixo do pano e ele estava com a ponta cortada. Não bastasse isso, o humorista cortou também as meias de Ratinho.

O apresentador ficou perplexo e disparou: “Você vai ter que pagar este sapato e vai ficar uma semana sem falar comigo. Você é um irresponsável”, disse, enquanto expulsava Santos do palco. Veja a cena.

Enquanto Ratinho se irrita no SBT, Jô Soares faz pedido

Jô Soares reapareceu na Globo na última sexta-feira (28) dentro do “Jornal Nacional“. O apresentador, que está fora da emissora desde 2016, foi flagrado na fila de um drive-thru para tomar a vacina contra a Covid-19.

Assim, o artista recebeu a equipe da ex-casa de trabalho e falou sobre a importância da vacina. “Acho que é fundamental fazer uma campanha, porque eu sei que tem gente que toma a primeira dose e não toma a segunda. Não entendo. E tem gente que não toma a vacina. Isso realmente é uma coisa medieval”,

Em seguida, Jô Soares reforçou seu apelo. “Mais vacina para todos e valorizar a ciência e os cientistas. Só não fico desesperado porque acredito muito, muito no Brasil. Mas é fogo, porque de vez em quando vem um balde d’água e você vê que falta muito. Mas não pode entrar em desespero. O que tem é batalhar para todo mundo vacinar, para o governo pegar as vacinas, comprar as vacinas”, categorizou.

“Porque é a única arma que existe contra esse vírus hoje em dia é a vacina. Tem que vacinar; vacina no braço. Por isso que eu queria dar um depoimento e dizer: poxa, temos que fazer isso pelo Brasil”, completou o artista.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo