Famosos

Rachel Sheherazade ironiza queda de estátua da Havan: “Princípio do fim?”

Jornalista ligou o desabamento ao possível fim do governo Bolsonaro

Rachel Sheherazade ironizou a queda da estátua de uma das Lojas Havan, do empresário Luciano Hang, em Capão da Canoa, Rio Grande do Sul. A jornalista disse que a ação foi um ‘recado dos céus’, fazendo ligação com o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Leia mais> Plantão da Globo invade programação na hora errada e assusta público

“O recado veio dos céus na forma de um vendaval que derrubou um dos símbolos do Bolsonarismo – a cafona réplica da Estátua da Liberdade, adorno das lojas Havan, de propriedade do empresário e ‘show man’ Luciano Hang, mais conhecido como ‘Véio da Havan'”, iniciou Rachel Sheherazade.

Em seguida, a jornalista afirmou que, apesar de criticar a China, “até dez por cento dos produtos da empresa são comprados no país comunista que Hang tanto combate em público”.

“Aliado e amigo chegado de Jair Bolsonaro, o Véio da Havan teve uma infeliz surpresa hoje. Uma ventania derrubou o símbolo da loja em Capão da Canoa, RS. Felizmente, ninguém saiu ferido. As fotos da “estátua paraguaia” tombada ganharam as redes sociais”, continuou.

Por fim, Rachel Sheherazade citou o recado que a queda da estátua pode simbolizar. “Para os supersticiosos, um aviso dos céus. Seria o princípio do fim? O Armagedom dos justos contra o Bolsonarismo? Para quem acredita em sinais, pode até ser o fim dos tempos – sombrios”, encerrou a jornalista.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo