Famosos

Morre a cantora Vanusa, aos 73 anos, vítima de insuficiência respiratória

Morreu na manhã deste domingo (08) a cantora Vanusa. Ela estava com 73 anos de idade e foi vítima de uma insuficiência respiratória. Ela faleceu na casa de repouso que morava em Santos, no litoral de São Paulo.

Ademais, um enfermeiro do local, por volta das 5h30 da manhã, contatou que Vanusa estava sem batimentos cardíacos. Com isso, ele acionou uma equipe da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Porém, ela já tinha falecido. Ainda neste sábado (07), a equipe da casa de repouso disse que Vanusa recebeu a visita da filha Amanda. Ela brincou e se alimentou bem.

Outra filha de Vanusa, Aretha Marcos, publicou diversas homenagens para a mãe. Ela lembrou que hoje, seu pai Antônio Marcos completaria 75 anos: “O amor é impossível. Hoje, aniversário do meu pai, Antônio Marcos ele veio buscar minha mãe para viverem juntos na eternidade. A vida é arte!”.

Vale lembrar que Vanusa ficou internada entre os meses de setembro e outubro no Complexo Hospitalar dos Estivadores, em Santos. Ela teve um quadro grave de pneumonia.

Carreira de Vanusa

Vanusa Santos Flores, nome completo de Vanusa, nasceu no dia 22 de setembro de 1947 na cidade de Cruzeiro (SP). Contudo, foi criada em Uberaba (MG). Começou a carreira aos 16 anos, quando passou a integrar o grupo Golden Lions. Ademais, o seu primeiro sucesso foi em 1966, com a música “Pra nunca mais chorar”.

Outros sucessos cantados na voz de Vanusa são:  “Manhãs de setembro”, “Sonhos de um palhaço” e “Paralelas”. Ao longo da carreira, foram mais de 20 discos lançados 3 mais de milhões de cópias vendidas. Vanusa era um dos principais símbolos da MPB no Brasil.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo