Famosos

Morre a atriz Nicette Bruno, aos 87 anos de idade

A atriz Nicette Bruno, de 87 anos, morreu na manhã deste domingo (20), vítima da Covid-19. Ela estava internada com Covid-19 desde o fim de novembro na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio.

Ademais, a informação foi confirmada pelo hospital ao G1 por volta da 13h20. No boletim médico do último sábado (19), a unidade de saúde tinha indicado que o estado de saúde de Nicette Bruno tinha piorado e “era considerado muito grave”. Ela estava sedada e dependia de ventilação mecânica.

Internação de Nicette Bruno

A informação da internação de Nicette Bruno foi dada pela filha Beth Goulart por meio das redes sociais no dia 29 de novembro.

“Esta pandemia não poupa ninguém por isso é importante tomar todos os cuidados, seguir todos os protocolos. Infelizmente, mamãe pegou Covid, mas ela está bem, enfrentando esta batalha contra o vírus e eu creio que mamãe vai sair dessa com muita força, muito amor e muita luz”, disse Beth na ocasião.

Beth Goulart mantinha um contato direto com o público nas redes sociais e pedia sempre orações pela cura da mãe. Inclusive, poucos minutos antes da notícia da morte de Nicette Bruno, a atriz atualizou seu Instagram com mais uma publicação em prol da mãe.

História de Nicette Bruno

Nicette Bruno nasceu no dia 7 de janeiro de 1933 em Niterói, Rio de Janeiro. Ela foi uma das pioneiras do teatro e da TV brasileira. Começou a carreira artística com influência da família. Em 1945, estreou na peça Romeu e Julieta, com papel da mocinha. Contudo, sua estreia oficial em 1947 na peça A Filha de Iório, de Gabriel D’Annunzio.

Ademais, conheceu o marido Paulo Goulart em 1952 durante a peça Senhorita Minha Mãe, de Louis Verneuil. Eles se casaram em 1954. Do relacionamento, nasceram três filhos: Beth Goulart, Bárbara Bruno e Paulo Goulart Filho. Os três seguiram a carreira dos pais. Nicette perdeu Paulo Goulart em 2014, quando o ator faleceu vítima de um câncer.

Na televisão, Nicette estreou em 1950, ano da inauguração da TV Tupi, a primeira TV no Brasil. Ela atuou na primeira versão do “Sítio do Picapau Amarelo”, exibida entre 1952 e 1962. Sua primeira novela foi “Os Fantoches” (1967).

Contudo, fez grande carreira na Globo. A estreia veio em 1980 no seriado “Obrigado, Doutor”. Desde então, participou de vários sucessos, como “Selva de Pedra” (1986), de Janete Clair; “Bebê a Bordo” (1988) e “Perigosas Peruas” (1992), de Carlos Lombardi; “Rainha da Sucata” (1990), de Silvio de Abreu e o remake de “Mulheres de Areia” (1993), de Ivani Ribeiro.

Por fim, atuou em “Órfãos da Terra” (2019), de Duca Rachid e Thelma Guedes. A novela das seis ganhou Emmy Internacional desde ano.

Porém, Nicette Bruno será eternamente lembrada pelo papel de Dona Benta em “Sítio do Picapau Amarelo”. Além d primeira adaptação, ela fez parte da segunda na Globo entre os anos de 2001 e 2004.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo