Famosos

Mãe de Paulo Gustavo conta detalhes da partida do filho: “O batimento foi diminuindo”

Déa Lúcia revelou que o humorista partiu em meio a uma oração

Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, contou em uma entrevista ao “Fantástico” do último domingo (09) detalhes do momento da partida do filho. Segundo ela, o humorista se despediu da vida durante uma oração.

A gente foi chamado no hospital, porque ele teve morte cerebral. E nós quatro, Juju, Júlio, eu e Penha ficamos ali. Juliana com a mãozinha dele. O Júlio segurou em uma mãozinha, eu na outra. O Thales no pé, e o Júlio fazendo carinho na cabeça. Eu chamei Penha, vem cá Penha, segura aqui comigo porque você também participou da vida dele. Aí cantamos a oração de São Francisco, que ele sempre pedia, desde pequeno, para cantar. E eu cantava. O batimento foi diminuindo”, detalhou a mãe de Paulo Gustavo.

Ademais, em outro trecho da entrevista, Déa Lúcia, falou da dor da perda, mas mostrou força. “Eu fiquei durante 53 dias rezando, pedindo a Deus que me desse força. A morte é uma coisa certa na vida da gente. A gente só espera que uma mãe vá na frente. Então, é muito duro. Não estou bem, mas eu sou capaz de rir. Eu quando conto, falo dele, eu conto as coisas, eu rio, porque ele detestava quando eu chorava”, afirmou.

Em seguida, a mãe de Paulo Gustavo exaltou seu legado e condenou a corrupção na pandemia. “Eu estou muito triste, mas o meu filho deixou um exemplo contra o preconceito. O meu filho casou, o meu filho teve filhos maravilhosos. Eu tenho dois netos maravilhosos. Mas isso porque ele tem uma família que segurou. Durante um ano, viajando pelo país, até as crianças nascerem, terminava o espetáculo dizendo que homofobia era crime e a corrupção mata. E roubar na pandemia é assassinato”, enfatizou.

Ju Amaral, irmã do ator, também participou da entrevista e não segurou a emoção ao falar sobre o irmão e recebeu força da mãe: “Chora, reza, mas você vai ter que tomar conta de mim. Seu irmão passou a bola para você e você vai ter que ficar. Tem que ser forte”, falou Déa Lúcia.

Morte de Paulo Gustavo

Paulo Gustavo não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu na noite desta terça-feira (04/05) aos 42 anos de idade. O humorista estava internado desde o dia 13 de março e enfrentou a doença por 53 dias.

Ademais, Paulo Gustavo teve piora no estado de saúde no último domingo (02) após sofrer embolia pulmonar e lesões no cérebro. Antes disso, ele tinha quadro de melhora e até mesmo interagiu com os médicos e os marido Thales Bretas no dia da piora.

Porém, ainda nesta terça, um novo boletim de saúde informou que ele tinha quadro se saúde irreversível, mas ainda tinha sinais vitais. E, por volta das 21h12, o artista faleceu.

Paulo Gustavo deixa o marido Thales Bretas, os filhos ainda pequenos Gael e Rome. Além disso, o pai, Júlio Marcos, da irmã, Juliana Amaral, e da mãe, Déa Lúcia Amaral, que inspirou a criação de Dona Hermínia.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo