Audiência da TVDestaques

Jornal Nacional sofre com estreia de Faustão e tem pior audiência do ano durante a semana

Principal telejornal do país cravou índice mais baixo em um dia útil no ano de 2022

O “Jornal Nacional” se manteve na liderança isolada em audiência na noite da última segunda-feira (17). Contudo, o principal telejornal do país sofreu com a estreia de Faustão na Band e anotou o pior índice de 2022 em um dia útil.

Ademais, apresentado por William Bonner e Ana Luíza Guimarães, o “JN” teve 20.4 pontos de média. Para efeitos de comparação, na segunda da semana passada, o jornal cravou 23.6 pontos de média e foi a maior audiência do dia na Globo.

Enquanto isso, Faustão estreou com 8.3 pontos e tirou a briga da vice-liderança das mãos de SBT e Record. As emissora anotaram no mesmo período 7.6 e 7.1 pontos, respectivamente.

Enquanto o “Jornal Nacional” amarga baixa audiência

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios negou o pedido de prisão para William Bonner. O pedido veio do bolsonarista e ex-candidato a deputado pelo PSL, Wilson Issao Koressawa, com a justificativa de que o jornalista estava incentivando o suicídio, após incentivar a vacinação contra a Covid-19 em crianças e adolescentes.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, a ação acusa o jornalista de participar de uma suposta organização criminosa para falar sobre os impactos positivos do imunizante no combate da doença.

Wilson denunciou Bonner por “envenenar água potável, de uso comum ou particular, ou substância alimentícia ou medicinal destinada a consumo”. Na decisão do último domingo (16), a juíza Gláucia Falsarella Pereira Foley não viu fundamento nas alegações da acusação. “O poder Judiciário não pode afagar delírios negacionistas, reproduzidos pela conivência ativa – quando não incendiados – por parte das instituições, sejam elas públicas ou não”.

“Além disso, a decisão do Supremo Tribunal Federal, na ADPF 130/DF, consagrou o entendimento de que o exercício da liberdade de imprensa assegura ao jornalista o direito de expender críticas a qualquer pessoa, especialmente contra autoridades e agentes do Estado. Para Eugênio Bucci, aliás, mais do que direito do jornalista, a liberdade de informação é direito do cidadão e dever da imprensa”, disse, em trecho do despacho.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.