NostalgicamenteNovelas

Há 25 anos estreava a novela “Torre de Babel”

Relembre alguns fatos marcantes de "Torre de Babel", novela de Silvio de Abreu que causou muita polêmica.

No dia 25 de maio de 1998, estreava na TV Globo a novela “Torre de Babel”, escrita por Silvio de Abreu. Essa trama polêmica e cheia de reviravoltas marcou época na televisão brasileira e até hoje é lembrada pelos fãs do gênero. Vamos relembrar um pouco sobre o folhetim.

A produção foi ao ar no horário nobre da Globo, sucedendo o sucesso “Por Amor” de Manoel Carlos. Dirigida por Denise Saraceni, contava a história de José Clementino, interpretado por Tony Ramos, um homem simples que trabalhava na construção de um prédio pertencente à construtora do rico engenheiro César Toledo, vivido por Tarcísio Meira.

Logo no início, ocorre um evento traumático: Clementino descobre sua esposa tendo relações com outros homens e, tomado pela fúria, acaba matando-a. Essa situação forte e ousada foi um dos elementos que mostraram a coragem de Silvio de Abreu em sair do lugar-comum e apresentar algo impactante ao público.

A trama se desenvolve a partir desse acontecimento, com Clementino sendo preso e condenado a 19 anos de prisão. Vinte anos se passam, e ele é libertado com sede de vingança contra a família Toledo. Esse enredo fascinante e típico de um folhetim chamou a atenção dos telespectadores, que acompanharam as reviravoltas com interesse.

No entanto, a novela enfrentou alguns problemas iniciais. O público teve dificuldades em aceitar Tony Ramos no papel de um personagem tão assustador e agressivo, após ele ter interpretado tantos tipos íntegros e carismáticos. Silvio teve que fazer ajustes na personalidade de Clementino para torná-lo mais palatável ao público.

Outros aspectos também geraram polêmica. O casal homossexual formado por Rafaela, interpretada por Christiane Torloni, e Leila, interpretada por Silvia Pfeifer, não foi bem aceito pelo público mais conservador. Além disso, a história do viciado Guilherme, interpretado por Marcelo Antony, filho problemático de César e Marta, vividos por Glória Menezes, também causou estranhamento devido às cenas explícitas de consumo de drogas.

Personagens Torre de Babel
Foto: Reprodução

Tragédia foi a aposta em Torre de Babel

Diante dessas dificuldades, o autor encontrou uma solução marcante para alavancar a trama: a explosão do Shopping Tropical Towers. Clementino elabora um plano de vingança e consegue um emprego como vigia no shopping, com o objetivo de colocar explosivos no prédio vazio, destruindo um dos grandes empreendimentos de César Toledo. No entanto, algo dá errado e os explosivos são acionados quando o shopping está cheio de pessoas, resultando em uma grande tragédia e várias vítimas. A cena da explosão foi antológica, com efeitos especiais impressionantes, e marcou a teledramaturgia brasileira.

A partir desse momento, a trama de “Torre de Babel” ganhou um novo rumo, com um mistério envolvendo o responsável pela explosão. Em vez do tradicional “quem matou”, a pergunta era “quem explodiu”. Esse elemento policial trouxe ainda mais interesse e suspense para a história, cativando o público.

No desenrolar da trama, descobrimos que Sandrinha, interpretada por Adriana Esteves, filha mais velha de Clementino, era a responsável. Ela nutria uma profunda mágoa pelo pai, que havia matado sua mãe anos antes. Outra personagem marcante foi Ângela, interpretada por Cláudia Raia, uma psicopata que tinha um amor platônico por Henrique Toledo, vivido por Edson Celulari.

+ Há 13 anos estreava a novela “Ribeirão do Tempo”

Outros núcleos da novela

Além desses enredos intensos, contou com outros núcleos interessantes. Destaca-se o protagonizado pela milionária hipocondríaca Deolinda Falcão, interpretada por Cleyde Yáconis, e seu mordomo Cláudio, vivido por Carvalhinho. A dupla dinâmica formada por Bina e Luzineide, interpretadas por Cláudia Jimenez e Eliane Costa, também conquistou o público com sua divertida dinâmica.

O elenco foi um dos pontos altos. Além de Tony Ramos, Tarcísio Meira, Glória Menezes, Cláudia Raia e Adriana Esteves, outros talentosos atores fizeram parte da produção, como Etty Fraser, Stênio Garcia, Maitê Proença, Natália do Vale, Letícia Sabatella e Irving São Paulo. Cada um deles deu vida a personagens memoráveis, contribuindo para o sucesso da novela.

Volta por cima

Apesar das dificuldades iniciais, “Torre de Babel” se consagrou como uma grande produção da teledramaturgia brasileira. A ousadia de Silvio de Abreu em abordar temas polêmicos e a capacidade de envolver o público com uma trama cheia de reviravoltas fizeram dessa novela um marco.

Quer receber as notícias das principais novelas no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.Receba também as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp. Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Leandro Mendonça Cassimiro

Leandro Mendonça é o nosso Editor Chefe. Formado em Administração pela Faculdade Latino Americana de Educação (FLATED). Teve passagem pelo RD1 Audiência e site NaTelinha.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.