Televisão

Geraldo Luís perde a linha e detona próprios colegas na Record: “Vou ter um infarto”

Jornalista reclamou da atuação dos repórteres escalados

Geraldo Luís não teve paciência e detonou colegas de emissora durante o “Balanço Geral Manhã” da última segunda-feira (30), na Record. O âncora perdeu a paciência com repórteres escalados pelas afiliadas para participarem do programa e fez críticas abertamente na TV.

“Eu vou ter um infarto ao vivo aqui! Eu mereço isso? Rio Preto não entra, tem repórter que está dormindo nas praças. E a gente que quer trabalhar, porque a gente é assim, enquanto tem gente fazendo bichectomia. Vai dar na internet que o apresentador enfartou. A gente quer trabalhar, temos um compromisso com a informação. A gente só volta pra esse tema quando nós tivermos apoio das praças. Sem o apoio das praças fica complicado isso aí”, detonou Geraldo Luís.

Além disso, ele fez questão de alfinetar o comandante Uan Hamilton, que se ausentou para fazer procedimentos estéticos.  “Hoje não estamos com o comandante Uan Hamilton. Hoje é o Vilhena. Uan Hamilton se ausentou porque foi fazer aquele negócio da bichectomia. Vocês acreditam nisso? O cara falta em uma segunda-feira dessas porque decidiu ir fazer harmonização facial”, completou o jornalista.

Enquanto Geraldo Luís se irrita na Record, Andressa Urach diz que queria que filho se chamasse Bolsonaro

Andressa Urach revelou o nome que dará ao segundo filho que espera, fruto do relacionamento com o marido Thiago Lopes. Com isso, ela polemizou e revelou que queria que o bebê se chamasse Bolsonaro, em homenagem ao presidente Jair Bolsonaro.

Contudo, a artista disse que, graças a pedido de seu primogênito, Arthur, o filho se chamará León. “Eu queria Leão, leão da selva, mas o Thiago não deixou. [León] Significa valente como um leão, então quase ficou leãozinho”, revelou ela em um vídeo publicado no YouTube.

Além disso, a ex-miss bumbum fez questão de ressaltar que ela e o marido são bolsonaristas assumidos. “Somos bolsonaristas assumidos. O Thiago fez uma brincadeira e, no fim, nossa, algumas pessoas não entenderam. Resultado da história, falando do nome do neném, já que chegamos a este ponto, queria que se chamasse Bolsonaro”, comentou.

Ademais, a brincadeira que Andressa Urach citou foi sobre a frase dita por Thiago Lopes quando sobe que o bebê era menino: “Não dei fraquejada, vai nascer menino!”, disse na situação. Para quem não sabe, Bolsonaro disse no passado que sua filha Laura era fruto de uma “fraquejada”, já que ele teve quatro filhos homens antes.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo