Futebol

Fagner revela ameaças de torcedores do Corinthians nas redes sociais do filho: “Parem de mandar isso”

Em má fase no Campeonato Brasileiro, o Corinthians vem sofrendo muita pressão por parte de sua torcida. Recentemente, o time foi recebido no aeroporto após derrota para o Fluminense com muito xingamento por membros da Gaviões da Fiel, que exigiam boa atuação da equipe em campo.

Um dos jogadores que mais estão sendo cobrados é o lateral Fagner. O jogador usou as redes sociais para mostrar que tem torcedor passando dos limites, revelando que recebeu ameaças até mesmo pelo perfil do seu filho de 10 anos. Ele fez um apelo para que isso não se repita, e afirmou que no próximo caso vai procurar medidas judiciais.

“Fico indignado como pai que meu filho de 10 anos esteja sendo atacado por causa da minha profissão. Peço que respeitem meus filhos! Uma criança tem que ser criança e não ser obrigada a esse tipo de mensagem absurda. E só uma coisa… A proxima tomarei todas as medidas legais. Que tenha sido a última, porque a próxima irei até o fim. Respeito é o minimo!”, escreveu Fagner.

No print divulgado por Fagner, aparece um torcedor amedrontando a criança. “3 pontos na conta do seu pai otário. Nós vamos invadir a sua casa hoje, é melhor o seu pai não aparecer por aí. Jogo ganho e o otário faz aquilo”, dizia a mensagem.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Lucas Guedes

Jornalista formado em 2019, atuando no Todo Canal para transmitir informação e entretenimento.

Veja também

Um Comentário

  1. Fagner é um ídolo,isso não são torcedores ,são bandidos,as vezes nem é torcedor do clube,tem que ser denunciado ,isso e crime , amedrontar uma criança,isso é um covarde,e se for de organizada ,seja ela qual for,não manda no clube, é hora de ter tranquilidade reforçar esquema de segurança e policiamento nas idas e vindas em aeroportos,trazer uns jogadores cascudos pra sair da má fase e bola pra frente,vai Corinthians!

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo