Famosos

Fábio Faria é detonado após ironizar 500 mil mortes por Covid-19: “Vagabundo”

Ministro do governo Jair Bolsonaro recebeu críticas

Fábio Faria, marido de Patricia Abravanel e atual Ministro das Comunicações do governo Jair Bolsonaro, foi detonado na internet neste sábado (19) após ironizar as mais de 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil. O número de óbitos foi alcançado neste fim de semana.

Em um tweet, o político criticou as pessoas que iriam lamentar as mortes, mas não exaltam os curados do coronavírus. “Em breve, vocês verão políticos, artistas e jornalistas “lamentando” o número de 500 mil mortos. Nunca os verão comemorar os 86 milhões de doses aplicadas ou os 18 milhões de curados, porque o tom é sempre o do “quanto pior, melhor”. Infelizmente, eles torcem pelo vírus”, disse Fábio Faria.

A fala foi rebatida por diversos internautas. “Fabinho, 18 milhões de curados significam 18,5 milhões de contaminados pela necropolítica do seu mestre que despreza qualquer medida não farmacológica de prevenção, estimula aglomerações e abandono à máscara. Desses 18 milhões, vários com sequelas, como eu. Vá a merda”, disparou André Rochadel, ex-participante do “MasterChef”.

Leia mais > Ana Maria Braga termina casamento e motivo da separação do marido é revelado

“É pra comemorar 86 milhões de doses? Precisamos de 400 MILHÕES! Vá trabalhar, vagabundo!”, categorizou o jornalista Paulo Pacheco. “Em breve vamos comemorar que canalhas como você estarão bem longe do poder. Canalha que faz pouco caso das vítimas e de quem chora as mortes. Lixo”, disse Thiago Rocha.

“Que falta de caráter, Ministro. Que falta de empatia. Que falta de noção sobre o seu papel como servidor público. Que falta de comprometimento com o povo brasileiro. Falta. Falta. Tudo falta”, afirmou o jornalista Thiago Teodoro. Confira a postagem.

Contudo, teve quem concordasse com a fala de Fábio Faria. “Um programa de uma emissora aí, que ainda será exibido na próxima semana, já está usando o número de 500mil mortos na chamada Não conseguem nem esperar o número oficial mais. Atacar o governo é mais urgente e importante para os “jornalistas””, comentou uma seguidora.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo