Famosos

Dudu Camargo se envolve em acidente de carro, é pego sem carteira e vai parar na delegacia

Apresentador do SBT ainda revelou que tem ensino médio completo

Dudu Camargo se envolveu em mais uma polêmica das muitas que coleciona. Desta vez, o jornalista do SBT protagonizou um acidente de trânsito. Tudo aconteceu na noite do último domingo (18), quando ele bateu em uma motocicleta no bairro do Morumbi, em São Paulo.

Em seguida, ao ser levado pela delegacia, foi constatado que Dudu Camargo dirigia sem habilitação. De acordo com informações do site TV Pop, o apresentador foi liberado após abertura de um Termo Circunstanciado por ter cometido crime contra a coletividade. Já no boletim de ocorrência, Dudu informou que seu grau de instrução é 2º grau incompleto. Ou seja, ele não concluiu o Ensino Médio. Além disso, ele se disse ciente de ter sido enquadrado no artigo 309 do Código de Trânsito Brasileiro, que diz que “dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida Permissão para Dirigir ou Habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano: penas – detenção, de seis meses a um ano, ou multa”.

Segundo detalhes da polícia, Dudu Camargo bateu o carro que dirigia, uma Mercedes, por volta das 10h40, na altura do número 502 da Avenida Morumbi. Ademais, o rapaz atingido é Brendo Rocha. Ele pilotava uma moto para fazer entrega. Em suas redes sociais ele desabafou sobre o episódio.

Leia mais > Mestres da Sabotagem 24/04/2021: Confira quem ganhou o episódio

“No último domingo, dia 18, fui trabalhar fazendo entrega para o aplicativo iFood na região do Morumbi. Estava em um cruzamento e fui surpreendido por um carro, não me lembro detalhes, pois a batida foi forte e caí longe da minha moto e fiquei no chão imóvel esperando o resgate”, contou.

“A polícia chegou e me informou que seria necessário fazer a ocorrência, pois a pessoa que dirigia a Mercedes era ninguém menos que Dudu Camargo, apresentador do SBT, que por sinal estava com o documento do carro atrasado e não tinha habilitação. Ele pegou meu número de telefone e disse que me ligaria. Eu estou desde domingo sem poder trabalhar, com a moto quebrada e não tenho dinheiro pra pagar o reparo. Mandei mensagem no celular nele ele visualizou e não respondeu, mandei no Instagram também e não me respondeu”, revelou.

Por fim, ele concluiu: “Não tenho como esperar até o processo andar. Preciso da minha motinha para fazer entregas, não tenho outra opção. Dinheiro pra arrumar eu não tenho, ela é importada da China e as peças não são baratas. Quero mostrar a minha indignação pela falta de empatia do mesmo… vou dar continuidade no processo para ver o que o juiz decide. Sou pobre, mas pelo menos concluí os estudos e tenho habilitação da categoria B”.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo