Televisão

Datena se irrita com produção ao vivo e dá recado: “Não tentem me enganar”

Jornalista não gostou de cortes realizados pelos funcionários

José Luiz Datena reclamou mais uma vez da própria produção ao vivo durante o “Brasil Urgente” desta sexta-feira (17). O jornalista reclamou de cortes que os funcionários fizeram em uma entrevista que o próprio apresentador fez com uma vítima de assalto em São Paulo.

“Depois eu queria a reportagem que eu fiz inteira, pra gente soltar mais tarde porque me disseram que é inteira, mas não é verdade. As pessoas pensam que eu não presto atenção no programa. Mais tarde, eu vou dar o desespero dele interinho porque o desespero não pode ser colocado por partes”, disparou Datena.

“Quando eu peço desespero é o desespero integral. Cortaram pra três minutos uma reportagem que expressava a dor de alguém que estava sendo assaltado. Então, por favor, não tentem me enganar porque eu tenho 50 anos de jornalismo”, avisou o jornalista. Confira o momento abaixo a partir do minuto 54.

Datena esculacha própria produção

José Luiz Datena perdeu a paciência com a própria produção durante o “Brasil Urgente” do último dia 2 de agosto. O jornalista se incomodou com a demora da elaboração de uma matéria sobre o preço de remédios pelo país. Assim, ele explodiu ao saber que a reportagem ainda não foi feita.

“Eu já pedi 15 vezes aqui o levantamento dos estados que mais cobram imposto sobre remédios. Nós fizemos? Nós fizemos isso ou não? ‘um dia’? Que produzindo pô! Faz 15 dias que eu pedi isso. Dá pra vocês levantarem o preço do remédio do mundo inteiro. Faz mais de 15 dias, faz mais de um ano que eu pedi preço de imposto por estado. Eu mesmo faço, pego o celular e faço agora. Já estou pedindo isso faz séculos”, gritou o âncora.

“Que produzindo nada… Se tiver que me falar isso, não fala nada. Fala que ‘nós não fizemos porque não nos interessa sua opinião, Datena’, aí eu calo a boca. Amanhã eu quero saber (sobre os impostos) porque isso não é interesse meu, é do cidadão que está do outro lado”, cobrou Datena.

Por fim, o jornalista afirmou que não precisa ser respeitado, mas é preciso atenção com a população. “Vocês não precisam me respeitar aqui não, vocês que estão fazendo programa aqui, mas respeitar o telespectador da Band. Estou pedindo há muito tempo pra saber sobre os estados que mais cobram impostos sobre remédio. Isso é simples, alguém que tenha boa vontade faz isso em meia hora”, completou.

Quer receber as principais notícias do Todo Canal no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Claudio Augusto

Jornalista formado pela UFG (Universidade Federal de Goiás), com passagem pela Rádio Universitária (UFG) e TV Anhanguera de Goiânia.

Veja também

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo